Irmão de ex-deputado federal de Rondônia é preso no MT com mais de 400 Kg de pasta base de cocaína

Irmão de ex-deputado federal de Rondônia é preso no MT com mais de 400 Kg de pasta base de cocaína

Abidiel Pinto Rabelo, irmão do ex-deputado federal Jabes Rabelo, cassado em 1992, foi preso neste domingo (5) pela Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso, com 424,5 kg de substância análoga à pasta base de cocaína, na madrugada deste domingo (5), na BR-163, em Nova Mutum (239km de Cuiabá). Outro homem envolvido no tráfico, de 30 anos, também foi detido.

Abidiel Pinto Rabelo, irmão do ex-deputado federal Jabes Rabelo,  foi preso em flagrante com cerca de 425 kg de pasta base de cocaína, na madrugada deste domingo (5), na BR-163, em Nova Mutum (239 km da Capital). Outro envolvido, que não teve o nome revelado, também foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A PRF informou que, por meio de policiamento orientado pela inteligência,  abordou dois veículos que trabalhavam em conjunto para realizar o transporte da droga. Um deles era uma Chevrolet/S10, com placas de Belo Horizonte/MG, conduzida por um senhor de 66 anos que atuava como batedor. O outro veículo, uma Toyota/Hilux, com placas de Uberlândia/MG, conduzida por um homem de 30 anos e que estava carregada com 410 tabletes da droga. Em ambos veículos foram encontrados rádios transmissores para comunicação durante o trajeto.

Ao ser questionado, o condutor do veículo com a droga disse que a levaria de Campo Novo do Parecis/MT para Uberlândia e que receberia certa quantia em dinheiro para realizar o transporte. Abidiel, que conduzia o veículo batedor, não se manifestou, mas já possui passagem por tráfico de drogas.

Em 2020, a PRF em Mato Grosso, já apreendeu quase 2 toneladas de cocaína. Somente nessa apreensão, a carga foi avaliada em mais de R$ 53 milhões.

Ficha suja

A família é uma velha conhecida da polícia. No ano de 1991, os irmãos estiveram envolvidos na maior apreensão de cocaína pura do Brasil, naquela época, sendo 554 kg da droga  transportado por Abidiel e outro irmão Nobias Pinto Rabelo.

Em 1992, Jabes Rabelo foi cassado por fornecer uma carteira falsa de funcionário da Câmara dos Deputados para seu irmão.

Abidiel já foi apontado como transportador do Cartel de Cáli, segunda maior organização de tráfico mundial, a qual abastece o mercado internacional nos Estados Unidos e Europa, nos anos 90.

 

A apreensão

Segundo informações da assessoria da PRF, através de policiamento orientado pela inteligência, dois veículos que trabalhavam em conjunto para realizar o transporte da droga foram abordados.

Um deles era uma Chevrolet/S10, com placas de Belo Horizonte/MG, conduzida por um senhor de 66 anos que atuava como batedor. O outro veículo, uma Toyota/Hilux, com placas de Uberlândia/MG, conduzida por um homem de 30 anos e que estava carregada com 410 tabletes da droga. Em ambos veículos, foram encontrados rádios transmissores para comunicação durante o trajeto.

Ao ser questionado, o condutor do veículo com a droga disse que a levaria de Campo Novo do Parecis/MT para Uberlândia, e que receberia certa quantia em dinheiro para realizar o transporte. O senhor que conduzia o veículo batedor, Abidiel, não se manifestou.

Em 2020, a PRF em Mato Grosso, já apreendeu quase 2 toneladas de cocaína. Somente nessa apreensão, a polícia causa um prejuízo de mais de 53 milhões de reais aos cofres do narcotráfico.

Fonte: News Rondônia
Publicada em 06 de julho de 2020 às 14:15

 

Leia Também

Menina de 11 anos é mantida em cárcere privado e obrigada a se prostituir e vender drogas

A vítima relatou que a suspeita a obrigou a entrar em um veículo e a levou para Confresa, onde, mediante a ameaças, a mantinha em cárcere privado.

Homem é morto em via pública na zona Sul da Capital

Uma equipe do Samu ainda foi acionada, mas quando chegou ao local o homem já estava morto.

PF deflagra Operação Polígrafo para desarticular esquemas de fraudes na aquisição de testes rápidos da Covid-19 na Sesau

O valor total da contratação investigada chega a R$ 10.500.000,00 (dez milhões e quinhentos mil reais). 

PF cumpre mandados de busca apreensão em Porto Velho, São Miguel do Guaporé e Guajará-Mirim no combate ao Covid-19

A ação decorre de mais um trabalho conjunto entre a Polícia Federal, Controladoria-Geral da União e Ministério Público Federal, que resultou no cumprimento de 10 (dez) mandados de busca e apreensão

Envie seu Comentário