Holanda entra em confinamento total até 19 de janeiro

Holanda entra em confinamento total até 19 de janeiro

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou nesta segunda-feira o encerramento de creches, escolas e universidades, bem como de todas os serviços não essenciais, como lojas, academias e museus, à meia-noite de terça-feira até 19 de janeiro, num dos mais rígidos confinamentos decretados no país desde março.

Num discurso à nação, Mark Rutte, confirmou que o país vai entrar em confinamento imediatamente e "durante cinco semanas", após o número de casos diários ter disparado. Enquanto o governante falava podiam se ouvir vaias e assobios de manifestantes no exterior do seu gabinete, em Haia, capital administrativa do país, descreve a Reuters.

"A verdade é que isto não é uma simples gripe como algumas pessoas - como os manifestantes lá fora - acham", disse o chefe de Governo, acrescentando que o "vírus pode atacar qualquer pessoa".

A população holandesa foi ainda aconselhada a permanecer em casa e a receber, no máximo, duas pessoas por dia e três no Natal.

O anúncio de Rutte nesta segunda-feira surge um dia depois de a vizinha Alemanha ter anunciado restrições semelhantes para combater a Covid-19 até janeiro.

Desde o início da pandemiajá morreram mais de 10 mil pessoas nos Países Baixos.

Fonte: NOTICIAS AO MINUTO
Publicada em 15 de dezembro de 2020 às 09:20

 

Leia Também

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial

Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

MP expede recomendação ao Governo do Estado para que não sancione e vete Projeto de Lei que altera o Zoneamento 

A recomendação considera contrariedades e inconsistências verificadas no Projeto de Lei Complementar, submetido ao Poder Executivo Estadual em 07 de outubro.

Avenida Calama ganha iluminação pública diferenciada

Foco é mais qualidade, segurança e economia

Agevisa incentiva ações de prevenção, diagnóstico e tratamento da sífilis adquirida e congênita para inibir casos em Rondônia

Agevisa libera insumos como testes rápidos para sífilis, HIV, hepatite B e C, preservativos e medicamentos

Envie seu Comentário