Conder aprova projetos que somam mais de R$ 90 milhões em investimentos em Rondônia nos próximos cinco anos

Conder aprova projetos que somam mais de R$ 90 milhões em investimentos em Rondônia nos próximos cinco anos

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), deve investir mais de R$ 90 milhões em projetos nos próximos cinco anos e abrir mais de 420 postos de emprego. As novidades foram aprovadas, na tarde de quarta-feira (6), pelo Conselho de Desenvolvimento do Estado (Conder), durante a 73º reunião ordinária, no Palácio Rio Madeira. 

Na reunião, presidida pelo superintendente de desenvolvimento, Sérgio Gonçalves, foram discutidas alterações de prazo para execução de projetos aprovados anteriormente e que necessitaram de ajustes no cronograma de ações, assim como os programas ligados ao desenvolvimento econômico do Estado, que receberam investimentos de mais de R$ 3,6 milhões para o custeio de despesas, como o Programa de Promoção à Exportação e Atração de Investimentos (Invest) Rondônia; a realização do Hackathon Agrotech Rondônia; a Agtech Rondônia; o Hub de Tecnologia Disruptiva. Ainda, foi tema da reunião a verba a ser destinada ao projeto Meetup.RO Fórum Inerente de Inovação e Tecnologia. Os recursos são oriundos do Fundo de Investimento e de Desenvolvimento Industrial de Rondônia (Fider).

Os conselheiros também votaram as tratativas para prorrogação de incentivos tributários e acompanhamento das empresas vencedoras do 2° edital de chamamento público do distrito industrial. As decisões dão continuidade ao desenvolvimento econômico e demonstram medidas práticas para geração de renda em todo Estado.

Outra importante pauta que foi colocada em votação trata-se da doação de dois lotes no Distrito Industrial de Porto Velho, em favor da Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri), para criação da Central Estadual do Abastecimento de Rondônia (Cearo).

Participaram também do encontro representantes da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), de instituições financeiras, além de federações que representam os setores produtivos do Estado, a exemplo da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio),  Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon), Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Rondônia (Facer) e instituições financeiras.

Fonte: Decom
Publicada em 09 de outubro de 2021 às 16:26

 

Leia Também

Decreto orienta retorno total de estudantes às aulas presenciais em Rondônia

Protocolos sanitários devem ser mantidos

Unidades de saúde do município voltam a vacinar contra a covid-19 na sexta-feira

Contingente dos que receberam uma ou nenhuma dose de imunizante preocupa para as festas de fim de ano

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial

Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

MP expede recomendação ao Governo do Estado para que não sancione e vete Projeto de Lei que altera o Zoneamento 

A recomendação considera contrariedades e inconsistências verificadas no Projeto de Lei Complementar, submetido ao Poder Executivo Estadual em 07 de outubro.

Envie seu Comentário