Comissão da Assembleia acolhe demandas de servidores da rede pública de saúde

Comissão da Assembleia acolhe demandas de servidores da rede pública de saúde

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social (CSPAS) da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta terça-feira (03), no plenarinho 01, com as presenças dos deputados Adailton Furia (PSD), presidente, Dr. Neidson (PMN) e Luizinho Goebel (PV). Na pauta, a discussão de melhorias salariais e de condições de trabalho para os profissionais da área da saúde do Estado. 

Furia aproveitou para enfatizar a necessidade de se valorizar os profissionais da saúde, especialmente os enfermeiros e técnicos. "Os servidores vivem em um ambiente de muito estresse e de pressão e também estão doentes e precisam da atenção governamental", observou. 

Representantes dos trabalhadores fizeram uso da palavra, mais uma vez relatando as dificuldades e os desafios da categoria. Uma nova reunião está prevista para ocorrer na manhã desta quarta-feira (04), na Assembleia Legislativa, dessa vez com as presenças de representantes do Governo, para debater com a classe o atendimento das demandas que são cobradas. 

Os servidores reclamam dos altos índices de atendimento aos profissionais de saúde, pelas más condições de trabalho. "A enfermagem representa 70% da mão-de-obra da saúde e estamos doentes, pela falta de condições de trabalho e pelo elevado estresse, além dos baixos salários", relatou Charles Alves, representando a enfermagem. 

Segundo Charles, "estamos sendo a cada dia mais desvalorizados e desprezados pelo poder público. O servidor de carreira precisa ser respeitado e não pode ser tratado como bandido, ou como responsável pelas más condições das unidades de saúde. Sugiro que o pagamento dos plantões seja revisado, pois é pago muito pouco aos técnicos, enfermeiros e auxiliares. Os trabalhadores estão doentes e as condições de trabalho são preocupantes ". 

Flávia Lenzi, presidente do Sindicato dos Médicos, pontuou que "todos os profissionais na saúde são únicos: precisam ser reconhecidos. Enfrentamos periculosidade, com o risco enorme de agressões. Estamos expostos a falta de condições de trabalho. Faltam luvas, máscaras e estamos aqui discutindo em defesa de quem, nas piores condições possíveis, se dedica a trabalhar, em meio ao desespero de famílias. Precisamos ter uma carreira, e que isso fosse levado em consideração".

Parecer 

O deputado Dr. Neidson foi o relator, com o parecer favorável, ao projeto de lei 311/19, de iniciativa do Executivo, que altera, acrescenta e revoga dispositivos da Lei nº 4.535, de 17 de julho de 2019, que trata do Fundo Estadual para Financiar a Construção do Hospital de Urgência e Emergência de Porto Velho (FUNHEURO).

Fonte: Decom-ALE/RO
Publicada em 03 de dezembro de 2019 às 15:18

 

Leia Também

ELEIÇÕES: Pimentel diz que prefeito não pode se omitir quanto a saúde da capital

O novo prefeito terá obrigatoriamente que usar forte poder de articulação, não apenas com os demais níveis de governo

Samuel Costa aplicará 100% do Fundeb para pagamento dos profissionais de educação

O Senado aprovou a PEC 26/2020, proposta de emenda à Constituição que torna permanente o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação

Empresário Fausto de Oliveira Moura que gravou prefeitos do interior já foi preso duas vezes por envolvimento em esquema de corrupção

O empresário vilhenense Fausto de Oliveira Moura foi o autor das denúncias que levaram a Justiça de Rondônia a decretar a busca e apreensão de quatro prefeitos, um deputado, e um ex-deputado estadual rondoniense, durante a Operação Reciclagem

Operação da Polícia Civil e MP cumpre mandados envolvendo vereadores de Urupá

Os mandados de busca domiciliares foram cumpridos em pontos diversos, sendo na residência de um vereador, no gabinete do presidente da Câmara

Envie seu Comentário