Agentes penitenciários recebem Voto de Louvor proposto pelo deputado Anderson Pereira

Agentes penitenciários recebem Voto de Louvor proposto pelo deputado Anderson Pereira

Idealizada pelo deputado Anderson Pereira (Pros), a Sessão Solene realizada na tarde desta segunda-feira (17), no plenário da Assembleia Legislativa, homenageou agentes penitenciários com Voto de Louvor, em reconhecimento aos trabalhos realizados na Casa de Detenção José Mario Alves da Silva, o “Urso Branco”, na Força Tarefa de Intervenção Penitenciaria – FTIP e na contenção da fuga em massa no presídio Edvan Mariano Rosendo, o “Urso Panda”. 

O parlamentar agradeceu a todos e ressaltou que a propositura visa homenagear os servidores que tiveram importante atuação no sistema prisional e que contribuíram com o sucesso de ações que evitaram situações graves, garantindo a mantendo a ordem dentro dos presídios. 

Anderson comentou sua trajetória na época em que atuava como agente penitenciário e destacou as dificuldades enfrentadas pela categoria naquele período. Disse que atualmente, a classe possui um Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape), totalmente profissionalizado e com condições de trabalho melhores que antigamente. 

Como parlamentar, Anderson disse que vem lutando pelo sistema prisional e que tem observado os avanços positivos em favor da categoria. O deputado enalteceu o Gape e disse que o grupo tem feito um trabalho indiscutível em intervenções prisionais no Estado. 

Iniciando a fala dos convidados o coordenador geral do sistema penitenciário, Célio da Silva, agradeceu o empenho que o deputado Anderson tem dedicado a carreira penitenciária, parabenizou os homenageados e alertou quanto as facções que tentam tomar conta dos presídios, mas que esbarram no empenho dos servidores que controlam com eficácia essas ações. 

Reginaldo Barbosa, diretor geral do GAPE, agradeceu ao deputado Anderson pela justa homenagem e ressaltou a importância do apoio pela Secretaria de Justiça e pelo reconhecimento da equipe pelos trabalhos prestados à sociedade rondoniense. 

Caio Custódio, diretor da Escola Penitenciária e homenageado, exaltou a oportunidade de Rondônia operar nas forças tarefas, mostrando que o Estado é referência no sistema prisional na capacitação dos servidores e na transparência de suas ações. 

Também fez parte da mesa de trabalhos a secretária de justiça, Etelvina Rocha, que durante breves considerações parabenizou Anderson Pereira pelo desempenho como parlamentar classista, destacou as ações do governo quanto a valorização salarial da categoria e se colocou à disposição para somar junto com a classe na busca por melhores condições de trabalho e a valorização salarial através de futura apresentação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração - PCCR. 

Os certificados foram entregues aos agentes penitenciários pelo deputado Anderson e pelas autoridades convidadas a compor a mesa dos trabalhos durante a solenidade.  

O parlamentar encerrou a sessão agradecendo a presença de todos e pediu palmas aos servidores do sistema prisional de Rondônia em alusão ao Dia do Agente Penitenciário comemorado no dia 19 de junho, data oficializada pela Lei Estadual nº 299, de 2011. “É preciso comemorar o que já foi conquistado, mas mesmo assim, continuaremos lutando por esses servidores. Ninguém pode desistir de lutar pelos seus direitos e nem desanimar, pois é uma briga contínua. E que lá na frente, essa data possa ser comemorada com muita alegria e muitas conquistas”, concluiu Anderson Pereira.

Fonte: assessoria
Publicada em 19 de junho de 2019 às 08:46

 

Leia Também

Conferência da Juventude discutirá políticas públicas para Ji-Paraná

O objetivo, segundo o membro da comissão organizadora, Patrick Magalhães da Silva, é debater políticas públicas para a juventude e elaborar propostas para os próximos dois anos.

PDT se reúne para definir punição a deputada de RO e outros sete que votaram a favor da reforma

Ex-ministro Ciro Gomes defende que todos deixem espontaneamente o partido

Deputado Jhony Paixão garante segunda unidade do Colégio Tiradentes em Jí-Paraná

Inicialmente a escola atenderá 1.400 alunos e seguirá todos os parâmetros metodológicos e educacionais das unidades já existentes.

TCU rejeita pedido de Cassol, mantém multa e proibição de exercer cargo por cinco anos

Cassol atualmente cumpre pena pelo crime cometido entre os anos de 1998 e 2000 quando era prefeito

Envie seu Comentário