NATO saúda decisão de julgar suspeitos de abate de avião do voo MH17

NATO saúda decisão de julgar suspeitos de abate de avião do voo MH17

Saúdo o anúncio da Comissão Internacional de Investigação de que quatro suspeitos serão julgados por crimes relacionados com a queda do avião do voo MH17 da Malaysia Airlines em julho de 2014", disse, em comunicado, o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa), Jens Stoltenberg.

Esta decisão, salientou ainda, "é um marco importante nos esforços para ser revelada toda a verdade e assegurar que é feita justiça à morte de 298 pessoas de 17 países".

O anúncio foi feito hoje, em Haia, devendo o julgamento dos quatro acusados -- três ucranianos e um russo - iniciar-se em 09 de março de 2020.

Os réus serão julgados na Holanda pela autoria do ataque com um míssil que, em 17 de julho de 2014, matou os 283 passageiros (196 deles de naturalidade holandesa) e 15 tripulantes do voo MH17 da Malasyia Airlines, na zona de conflito armado no leste da Ucrânia, a zona separatista da antiga República soviética, quando viajava entre Amesterdão e Kuala Lumpur.

Segundo a Comissão Internacional de Investigação, liderada pela Holanda, o Boeing da Malasyia Airlies foi abatido por um míssil proveniente da 53.ª brigada antiaérea russa, baseada em Kursk (na Rússia).

Fonte: mundo ao minuto
Publicada em 19 de junho de 2019 às 10:07

 

Leia Também

Everton Leoni, José Augusto e SIC TV apoiam a CPI da ENERGISA

Everton Leoni por diversas vezes com tom enfático cobrou das autoridades o preço abusivo das tarifas de energia

Ponte do Abunã sofre alteração no projeto e fica para 2020

Além de não ser entregue em 2019, ponte do Rio Madeira, em Abuna, terá mais 800 metros de concreto armado, para evitar alagamento da BR

Sexta-feira de temperaturas amenas em todo o Estado de Rondônia

Possibilidades de pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado

Estrada do Belmonte começa a desmoronar comprometendo parte da pista

De extrema importância comercial e tributária para Rondônia e sua capital, a Estrada do Belmont vem assustando quem passa pelo local em..

Envie seu Comentário