Ministério da Saúde atualiza situação do novo coronavírus para os estados

Ministério da Saúde atualiza situação do novo coronavírus para os estados

O Ministério da Saúde realizou, na última sexta-feira (24), videoconferência com as Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país para atualizar a situação sobre os casos de doença respiratória na China, causada pelo novo coronavírus. Com a participação do ministro da Saúde em exercício, João Gabbardo, a reunião foi realizada por meio do Comitê de Operações de Emergência (COE) para reforçar as diretrizes brasileiras para vigilância dos casos.

O comitê tem como objetivo preparar a rede pública de saúde para o atendimento de possíveis casos no Brasil. Diante dos casos do novo coronavírus na China, o Ministério da Saúde tem realizado monitoramento diário da situação junto à Organização Mundial da Saúde (OMS), que acompanha o assunto desde as primeiras notificações de casos em Wuhan, na China, no dia 31 de dezembro de 2019.

Na reunião de sexta-feira (24), o Ministério da Saúde atualizou os estados sobre as questões de vigilância, esclarecendo as principais dúvidas dos representantes estaduais. Os técnicos do COE detalharam as orientações publicadas no Boletim Epidemiológico para os profissionais de saúde, destacando as definições de como identificar possíveis casos da doença. Também alertaram os estados das ações que estão sendo preparadas para os portos, aeroportos e áreas de fronteiras, como a elaboração de áudios em inglês e mandarim, que vão orientar os pacientes que apresentarem os sintomas a procurarem unidades de saúde.

Até o momento, é considerado como caso suspeito do novo coronavírus, paciente com sintomas da doença, como febre, tosse e dificuldade para respirar. Além disso, o paciente precisa ter viajado para área com transmissão ativa do vírus nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas.

De acordo com a última atualização da OMS, uma nova província chinesa foi considerada local de transmissão ativa. Agora, além de Hubei, com o epicentro em Wuhan, a província de Guangdong também apresenta transmissão ativa do vírus. Conforme reforçado durante a reunião desta sexta-feira (24), as novas orientações da OMS, incluindo as áreas com transmissão, serão atualizadas e disponibilizadas dentro do boletim epidemiológico, no link: saude.gov.br/listacorona.

Tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Fonte: Agência Saúde
Publicada em 27 de janeiro de 2020 às 10:09

 

Leia Também

Prefeitura alerta sobre cadastro dos cartões CIDADÃO e VALE TRANSPORTE

Informamos que já está disponível o cadastramento para o Cartão Cidadão em endereço físico.

Polícia Civil de Rondônia orienta população sobre como identificar cédulas falsas de R$ 200

Entre os pontos de identificação da nota estão as inscrições República Federativa do Brasil, o número 200 e a imagem do lobo guará, tudo em alto relevo

Fhemeron realiza coleta de sangue itinerante no município de Cerejeiras

De acordo com o vice-presidente, o estoque de sangue durante a pandemia está sempre no limite, e os doadores ficam receosos em ir até o hemocentro.

Instituto de Pesos e Medidas interdita bomba de combustível irregular em Porto Velho

O posto com irregularidade tem dez dias corridos para realizar a manutenção na bomba medidora junto à empresa responsável

Envie seu Comentário