Italianos se atiram no mar para salvar migrantes

Italianos se atiram no mar para salvar migrantes

Enquanto a União Europeia negociava o destino das 49 pessoas resgatadas pelas ONGs Sea Watch e Sea Eye, 51 migrantes de etnia curda foram salvos nesta quinta-feira (10) em Melissa, cidade situada na Calábria, extremo-sul da Itália.

O barco em que eles estavam encalhara perto do litoral, e seus ocupantes decidiram pular no mar e nadar até a orla. Eles acabaram salvos por dezenas de cidadãos que se atiraram na água para ajudá-los.

Esse é o primeiro desembarque do ano na Itália, e em uma rota pouco comum no país, proveniente do Oriente Médio. Em geral, os barcos que chegam à costa italiana partem da Líbia ou da Tunísia, que estão a poucas centenas de quilômetros de distância.

Um migrante está desaparecido, segundo relatos daqueles que se salvaram. A polícia identificou dois supostos traficantes de seres humanos responsáveis pela viagem, ambos cidadãos russos que haviam se hospedado em um hotel para tentar disfarçar.

O grupo de 51 migrantes inclui seis mulheres e quatro crianças, sendo uma delas recém-nascida. "Todos aqui se esforçaram ao máximo. Estou orgulhoso do funcionamento da máquina de socorro", declarou o prefeito de Melissa, Gino Murgi.

A Itália endureceu suas políticas migratórias em junho passado, após a posse de Matteo Salvini no Ministério do Interior. O secretário do partido ultranacionalista Liga fechou os portos do país para ONGs que operam no Mediterrâneo e reduziu os recursos para projetos de acolhimento. (ANSA)

Fonte: Noticia ao Minuto
Publicada em 11 de janeiro de 2019 às 10:08

 

Leia Também

Diretoria dos Progressistas se reúne em Porto Velho para definir planejamento estratégico de 2019

No planejamento está a retomada dos cursos gratuitos para a população

Prefeitura de Ji-Paraná modifica semáforo para aumentar a segurança no trânsito

A mudança é necessária, pois é uma reivindicação antiga da população

Assembleia Legislativa inaugura nova e moderna sede na terça-feira

Solenidade será conduzida pelo presidente da ALE, Maurão de Carvalho

Com apoio da iniciativa privada, Prefeitura fará projeto paisagístico no viaduto da Jatuarana

Além da iluminação, local ficará ainda mais bonito com plantas e árvores floríferas

Envie seu Comentário