Ex-prefeita de Vilhena comemora concessão de bolsas do curso de Medicina no município

Ex-prefeita de Vilhena comemora concessão de bolsas do curso de Medicina no município

Com o coração cheio de alegria a ex-prefeita de Vilhena, Rosani Donadon está comemorando o fato da Faculdade Unesc, conceder cinco bolsas de estudos integrais para o curso Medicina 2019 para alunos dos municípios do Cone Sul.

Rosani Donadon lembra que junto com sua equipe comandada pelo secretário de Saúde Marco Vasques lutou arduamente junto ao Governo Federal para liberar o curso de Medicina em Vilhena que estava parado na Justiça desde 2013.

“Fomos a Brasília várias vezes até ser autorizado o curso. Então visando dar oportunidade aos jovens que tem o sonho de ser médico e muitas vezes não tem condições fizemos a Lei para conceder as bolsas de estudo e pedimos para que os vereadores aprovarem, e assim serão concedidas cinco bolsas por ano”, disse Rosani Donadon.

A ex-prefeita ressaltou que sempre trabalhou para melhorar a qualidade de vida em Vilhena e o fortalecimento da educação era uma de suas prioridades. “Através da educação podemos transformar o mundo. Fico muito feliz em saber que nosso trabalho contribuiu para que jovens tenham a oportunidade de estudar medicina gratuitamente em Vilhena. Desejo sucesso a todos os estudantes”, finalizou Rosani Donadon. 

Fonte: Assessoria
Publicada em 09 de janeiro de 2019 às 16:59

 

Leia Também

Ellis apresenta anteprojeto que transforma licença prêmio e férias em pecúnia a servidores

Caberá à Prefeitura identificar quem são esse servidores e fazer a conversão em pecúnia através de dotação orçamentária própria.

STF decreta inconstitucionalidade de artigo de lei rondoniense sobre Advocacia Estadual 

Lei aprovada em 2008 no Governo Cassol criou um cargo comissionado de procurador de Estado

Ex-chefe de campanha de Trump é condenado novamente

Penas de Paul Manafort já somam sete anos e meio de prisão

Adelino Follador garante apoio aos agentes penitenciários e cobra ação do Executivo

Acordo feito em 2018 entre a classe e o Governo de Rondônia não foi cumprido, recorda parlamentar

Envie seu Comentário