Em três anos, Patrulha Maria da Penha acompanhou mais de 800 mulheres vítimas de violência doméstica na região de Cacoal

Em três anos, Patrulha Maria da Penha acompanhou mais de 800 mulheres vítimas de violência doméstica na região de Cacoal

O Governo de Rondônia, por meio da Polícia Militar, tem buscado dar todo suporte às mulheres agredidas dentro do próprio lar, com a implantação da Patrulha Maria da Penha nos batalhões do estado. O projeto visa um policiamento direcionado para a prevenção à violência doméstica e familiar contra a mulher.

No 4º Batalhão da Polícia Militar em Cacoal, a Patrulha Maria da Penha completa três anos de atuação. Neste período, 813 mulheres receberam o apoio dos policiais militares que têm cumprido a missão de fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas expedidas e encaminhadas pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Atualmente, há 327 medidas em vigor.

Ao todo, nos três anos de implantação da Patrulha, 84 mulheres foram atendidas de agosto a dezembro em 2018; no ano seguinte, o número subiu para 273; já em 2020, mo total foram 268 mulheres agredidas dentro de casa. Neste ano, de janeiro a julho, 180 mulheres passaram a ser acompanhadas pela Patrulha no âmbito do 4º Batalhão da PM. Das 813 medidas expedidas na região de Cacoal, 483 foram contra os próprios cônjuges das vítimas.

“O papel da Patrulha Maria da Penha consiste, principalmente, em fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas, tomando as devidas providências em caso de descumprimento, como o registro de ocorrência, relatório ao judiciário e a Deam [Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher], além de realizar visita ao agressor”, destaca o comandante do 4º BPM, major PM João Carlos Matos.

O 4º Batalhão foi além e implantou também o projeto “Mulheres de Fibra”, visando oferecer apoio psicológico às mulheres agredidas, bem como a distribuição de cestas básicas e outros itens, como roupas e calçados. Para as mulheres também são oferecidos cursos profissionalizantes. “Todas essas ações são desenvolvidas pelo 4º BPM, com apoio fundamental de parceiros e da comunidade. Destacamos as instituições de Ensino, o Poder Judiciário, demais entidades e toda a população, de uma forma geral, que sempre abraça os projetos da Polícia Militar do Estado de Rondônia. Somos gratos por isso”, finaliza o comandante do 4º BPM.

Fonte: SECOM
Publicada em 18 de agosto de 2021 às 14:41

 

Leia Também

Mais de 40 policiais iniciam curso de operações táticas especiais da Polícia Civil em Rondônia

Solenidade de abertura do 1° Curso de Operações Táticas Especiais

Em três anos, Patrulha Maria da Penha acompanhou mais de 800 mulheres vítimas de violência doméstica na região de Cacoal

Atualmente, há 327 medidas protetivas em vigor no âmbito do 4º Batalhão da PM

Policiais penais iniciam curso de Incursão em Ambiente Prisional para implantar Gape em Guajará-Mirim

Cerimônia foi marcada por um “corridão” dos 42 alunos, de 10 km pelas ruas da cidade.

Operação da Polícia Federal mira fraude na compra da merenda escolar em Porto Velho

As investigações tiveram início ainda no ano de 2018, a partir de notícia endereçada à Controladoria Geral da União

Envie seu Comentário