Dr. Neidson se reúne com secretário da Sesau para apresentar problemas na saúde pública de Guajará-Mirim e Nova Mamoré

Dr. Neidson se reúne com secretário da Sesau para apresentar problemas na saúde pública de Guajará-Mirim e Nova Mamoré

O deputado Dr. Neidson (PMN) se reuniu com o secretário de Estado da Saúde, Fernando Rodrigues Máximo para discutir, entre vários assuntos, a gestão do Hospital Regional (HR) de Guajará-Mirim e a conclusão das obras do mesmo.

"Informei a ele sobre a emenda parlamentar de R$ 900 mil que disponibilizei para a conclusão das obras do hospital e questionei quanto à responsabilidade da administração da unidade. Segundo o secretário, o Tribunal de Contas já havia dado prazo de 12 dias para o governo do Estado se manifestar sobre a gestão do HR", contou Dr. Neidson.

A possibilidade de a Sesau prestar apoio para atender a saúde pública de Guajará-Mirim foi outro aspecto pontuado durante a reunião. O deputado apresentou a Fernando Máximo o projeto que ele tem para a realização de cirurgias eletivas, onde Dr. Neidson se compromete em colocar recurso de emenda para ajudar na viabilização dos procedimentos cirúrgicos.

"As cirurgias seriam realizadas no Hospital Bom Pastor. E também conversamos sobre a possibilidade de destinarmos emenda para o Estado mandar médicos especialistas para Guajará-Mirim e Nova Mamoré e oferecer atendimentos nos setores de cardiologia, ortopedia e oftalmologia", destacou Neidson.

A implantação de uma clínica de hemodiálise em Guajará-Mirim também foi discutida e, segundo o deputado, a clínica poderá ser instalada no local onde funcionava o Banco de Sangue, já que o banco será transferido para o Hospital Regional.

"Também me disponibilizei em destinar recurso de emenda para a compra de equipamentos necessários para o funcionamento da clínica de hemodiálise", anunciou o deputado.

Dr. Neidson ainda explicou ao secretário da Sesau os problemas da área da saúde de Nova Mamoré. O parlamentar informou que o município de Guajará-Mirim não quer mais receber os pacientes de obstetrícia vindos de Nova Mamoré, no Hospital Bom Pastor.

"Para resolver essa questão e saber o que o Estado pode fazer para ajudar, ficamos de marcar uma mesa técnica com vários profissionais da saúde para encontrarmos meios de solucionar os problemas dos dois municípios", concluiu Dr. Neidson.

Fonte: Assessoria
Publicada em 11 de janeiro de 2019 às 12:14

 

Leia Também

Ellis apresenta anteprojeto que transforma licença prêmio e férias em pecúnia a servidores

Caberá à Prefeitura identificar quem são esse servidores e fazer a conversão em pecúnia através de dotação orçamentária própria.

STF decreta inconstitucionalidade de artigo de lei rondoniense sobre Advocacia Estadual 

Lei aprovada em 2008 no Governo Cassol criou um cargo comissionado de procurador de Estado

Ex-chefe de campanha de Trump é condenado novamente

Penas de Paul Manafort já somam sete anos e meio de prisão

Adelino Follador garante apoio aos agentes penitenciários e cobra ação do Executivo

Acordo feito em 2018 entre a classe e o Governo de Rondônia não foi cumprido, recorda parlamentar

Envie seu Comentário