Desemprego cresceu no primeiro trimestre; Rondônia atingiu a taxa de 8,9%

Desemprego cresceu no primeiro trimestre; Rondônia atingiu a taxa de 8,9%

O desemprego subiu em 14 das 27 unidades da federação brasileiras no primeiro trimestre sob o governo Jair Bolsonaro, informou nesta quinta (16) o IBGE. De acordo com o IBGE, as maiores taxas de desemprego foram registradas no Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) e Acre (18%). As menores, em Santa Catarina (7,2%) e Paraná e Rondônia, ambos com 8,9%.

No primeiro trimestre, a taxa de desemprego foi de 12,7% no primeiro trimestre, 1,1 ponto percentual acima do registrado no trimestre anterior. Nos primeiros três meses de 2019, 13,4 milhões de pessoas procuravam emprego no país.

Em São Paulo, a taxa de desemprego ficou em 13,5%, acima da média nacional e 1,1 ponto percentual acima da registrada no quarto trimestre de 2018.

De acordo com o IBGE, um a cada quatro desempregados brasileiros estavam há mais de dois anos procurando trabalho no primeiro trimestre de 2019. Ao todo, 3,3 milhões de brasileiros se encontravam nessa posição.

Nos primeiros três meses de 2019, a taxa de subutilização da força de trabalho brasileira bateu recorde, chegando a 25%. No total, 28,3 milhões de brasileiros estavam sem trabalho ou trabalhavam menos do que gostariam.

Fonte: Folhapress
Publicada em 16 de maio de 2019 às 09:13

 

Leia Também

Operação Fronteira Mais Segura prende 12 pessoas em flagrante em Rondônia

Mais de 190 agentes atuaram na operação que contou com a presença do Exército

TCE suspendeu o edital da Concorrência Pública para serviços de limpeza urbana em Cacoal

Tribunal determina suspensão de edital milionário para serviços de limpeza urbana, caso a prefeitura e o secretários descumpram a decisão levarão multa de R$ 50 mil

Semtran realiza, no Porto Velho Shopping, a Campanha ‘Nem Por Um Minuto’

Visando esclarecer e diminuir a quantidade de infrações cometidas pelos condutores ao estacionar nas vagas destinadas aos idosos e pessoas com deficiência (PDC’S)

Consumidor poderá bloquear ligações de empresas de telecomunicações a partir desta terça-feira

Anatel pressionou o setor para apresentar uma solução para o problema

Envie seu Comentário