Projeto deve recuperar mais de 270 hectares na Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá, em Machadinho

Projeto deve recuperar mais de 270 hectares na Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá, em Machadinho

O Governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), e o Centro de Estudos Rioterra realizaram o lançamento do projeto de recuperação de mais de 270 hectares de áreas desmatadas ilegalmente na Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá, localizada na cidade de Machadinho do Oeste.  A solenidade aconteceu na manhã de quarta-feira (29), no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho.

Essa iniciativa é o primeiro passo para o processo de recuperação de 12 mil hectares de áreas degradas em unidades de conservação, propriedades da agricultura familiar e reservas extrativistas que a Sedam tem em conjunto com o Centro de Estudos  Rioterra até 2030, que visa o plantio de 15 milhões de árvores.

De acordo com informações da coordenadoria de Unidade de Conservação da Sedam, a recuperação tem o intuito de fortalecimento e enriquecimento do solo e o plantio de espécies nativas. Essa ação em conjunto tem o foco na conservação da biodiversidade e combate à emergência climática.

O valor do projeto é de R$ 3,7 milhões, verba capitado pela Rioterra, e o governo estadual apoiará com a logística. A perspectiva é de que cerca de 80 empregos diretos sejam gerados.

No mês de março, foi assinado o Termo de Cooperação para ações de restauração florestal em unidades de conservação em Rondônia. O Estado vem investindo em políticas públicas em prol das unidades de conservação.

Fonte: SECOM
Publicada em 29 de julho de 2020 às 14:53

 

Leia Também

Prefeitura alerta sobre cadastro dos cartões CIDADÃO e VALE TRANSPORTE

Informamos que já está disponível o cadastramento para o Cartão Cidadão em endereço físico.

Polícia Civil de Rondônia orienta população sobre como identificar cédulas falsas de R$ 200

Entre os pontos de identificação da nota estão as inscrições República Federativa do Brasil, o número 200 e a imagem do lobo guará, tudo em alto relevo

Fhemeron realiza coleta de sangue itinerante no município de Cerejeiras

De acordo com o vice-presidente, o estoque de sangue durante a pandemia está sempre no limite, e os doadores ficam receosos em ir até o hemocentro.

Instituto de Pesos e Medidas interdita bomba de combustível irregular em Porto Velho

O posto com irregularidade tem dez dias corridos para realizar a manutenção na bomba medidora junto à empresa responsável

Envie seu Comentário