Léo Moraes lidera com larga vantagem intenções de voto para prefeito de Porto Velho

Léo Moraes lidera com larga vantagem intenções de voto para prefeito de Porto Velho

O deputado federal Léo Moraes (Podemos) é o nome preferido do eleitorado na 1ª. Pesquisa estimulada de opinião pública que aferiu as intenções de voto para prefeito de Porto Velho, publicado hoje pelo Instituto Dados Brasil. Léo, que é ex-vereador de Porto Velho e ex-deputado estadual, lidera com 21,82%, seguido da jornalista e vereadora Cristiane Lopes (PP), com 10,74% e o professor universitário Vinícius Miguel (Rede) com 6,45%. 

Na pesquisa aparecem ainda os nomes do vereador Alan Queiroz (PSDB) com 6,12%, do ex-deputado federal Lindomar Garçom (PRB) -  5,79% e do ex-vereador e ex-deputado estadual Hermínio Coelho (PDT) – 3,64%. Logo abaixo vêm os pré-candidatos Dr. Breno Mendes (3,47%), o coronel da PM Ronaldo Flores (1,49%), o ativista político Samuel Costa (1,32%), o ex-secretário de Agricultura Leonal Bertolin (1,16%), o engenheiro Thiago Tezzari (0,99%) e Gil Vigiato (0,83%). 

Cerca de 14,05% dos entrevistados disseram que não votaria em nenhum dos candidatos estimulados na pesquisa, ou anularia o voto, ou votaria em branco, e cerca de 22,15% não sabem ainda em quem vai votar ou não opinaram. 

DADOS DA PESQUISA: 
Pesquisa realizada em Porto Velho entre os dias 30 de junho a 02de julho de 2020 com 605 eleitores. Possui margem de erro de 4%, e nível de confiança de 95%. Registrada no TRE-RO com o número RO-08953/2020, e assinada pela estatística Tuannhy Rozeira Haverroth (Conre 10552), contratada por Ivani Mota de Araújo.

Na espontânea, Léo Moraes venceria também

O deputado federal Léo Moraes (Podemos) também sairia vitorioso das eleições gerais municipais como prefeito de Porto Velho, segundo a pesquisa espontânea (onde o eleitor escolhe o nome de sua preferência), divulgada hoje pelo Instituto Brasil Dados. Na pesquisa anterior, estimulada (onde o Instituto lista os prováveis nomes que vão para a disputa pelos partidos), Léo também foi o mais lembrado pelo eleitor pesquisado. 

Na espontânea, cerca de 17 nomes foram citados aleatoriamente pelos eleitores. Léo Moraes ficou com 6,78% das intenções de voto, 5,45% para o prefeito Hildon Chaves (PSDB), 5,29% para Vinícius Miguel (REDE), 4,13% para o ex-prefeito Mauro Nazif (PSB), 2,31% para Christiane Lopes (PP), 2,15% do Dr. Breno Mendes, e 1,98% para o vereador Alan Queiroz (PSDB). 

O eleitorado pesquisado também lembrou de nomes em ascensão na política como o empresário Francisco Chico Holanda (0,83%) que tem sido um dos grandes representantes da categoria nas negociações entre a classe empresarial e o Executivo nas negociações de abertura do comércio durante a pandemia. 
Outros nomes que aparecem espontaneamente na pesquisa é o coronel da PM, Ronaldo Flores, o ex-deputado Hermínio Coelho – empatados com 0,50% das intenções de voto, o ex-prefeito Carlinhos Camurça, além da deputada federal Mariana Carvalho (PSDB) com 0,17%, dentre outros. 

DADOS DA PESQUISA: 
Pesquisa realizada em Porto Velho entre os dias 30 de junho a 02de julho de 2020 com 605 eleitores. Possui margem de erro de 4%, e nível de confiança de 95%. Registrada no TRE-RO com o número RO-08953/2020, e assinada pela estatística Tuannhy Rozeira Haverroth (Conre 10552), contratada por Ivani Mota de Araújo.

Fonte: BRASIL DADOS
Publicada em 10 de julho de 2020 às 22:15

 

Leia Também

Combate a desigualdade e resgate do orgulho de Porto Velho são pautas do pré-candidato à prefeito Samuel Costa

Uma das mais ressoantes vozes da esquerda rondoniense na atualidade, o professor Samuel Costa, é pré-candidato a prefeito de Porto Velho (RO) pelo Partido Comunista do Brasil – PC do B.

Vítima de ataques políticos, prefeito de Machadinho explica projeto de alteração do Imprev

Se o município não se adequar a prefeitura ficará sem certidão e não receberá recursos

Presidente Laerte Gomes recebe representantes da Polícia Civil de Rondônia

Categoria solicitou que, na Reforma Administrativa, polícias de Rondônia tenham mesmos direitos que polícias federais

Secretário da Seduc presta esclarecimentos de ações na Comissão de Educação

Suamy Vivecananda foi ouvido e disse que não há previsão para retorno às aulas presenciais

Envie seu Comentário