Em entrevista, presidente Laerte Gomes destaca Reforma Administrativa na Assembleia

Em entrevista, presidente Laerte Gomes destaca Reforma Administrativa na Assembleia

Em entrevista à Rádio Parecis, concedida nesta segunda-feira (17), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), destacou o projeto de Reforma Administrativa que ele apresentará para apreciação e votação dos demais parlamentares na sessão desta terça-feira (18), que marca o retorno das atividades parlamentares.

“Com a abertura do ano Legislativo voltamos com as discussões dos projetos e as votações. Aliás, aproveito para convidar a todos, tanto para a sessão de abertura das atividades parlamentares, programada para as 15h de terça-feira (18), no Plenário Lúcia Tereza como para o ato cívico que acontecerá às 7h30, para a apresentação e hasteamento da bandeira oficial do Poder Legislativo, escolhida através de concurso público, realizado no ano passado”, enfatizou Laerte Gomes”, enfatizou o presidente.

Laerte Gomes voltou a fazer um balanço do primeiro ano de sua gestão à frente da Assembleia Legislativa, destacando os avanços conquistados, entre eles, o saldo de R$ 50 milhões economizados na administração do deputado, pautada pela economia.

“Recurso esse que, grande parte, devolveremos para o Estado, para que os deputados possam fazer suas indicações aos municípios e para atendermos algumas entidades que tanto precisam de ajuda como o Hospital do Amor, o Santa Marcelina, o São Daniel Comboni, de Cacoal, e algumas entidades que trabalham com dependentes químicos”, citou o parlamentar.

Sobra a Reforma Administrativa, Laerte Gomes afirma que a iniciativa também representará mais economia para a Assembleia Legislativa. Segundo ele, a ideia é diminuir o número de cargos comissionados na administração da Casa e fazer o uso da paridade.

“Ou seja, trabalhar com 50% de servidores comissionados e 50% de efetivos, dos quais fazem parte os 40 aprovados no último concurso público da Assembleia, de diversas áreas, que pretendemos convocar nas próximas semanas. Acreditamos que no final de tudo teremos uma boa economia na folha de pagamento”, frisou o presidente.

Auxílio moradia

Questionado sobre sua opinião sobre o abaixo assinado relativo ao auxílio moradia recebido pelos deputados, em especial aos que residem em Porto Velho, o presidente disse que considera um assunto a ser questionado, no entanto, ressaltou que não são apenas os parlamentares estaduais que recebem o benefício.

“Nós temos que ser justos. Outros poderes também pagam este benefício, a exemplo do Congresso Nacional, entre outros. É uma discussão que precisa ser discutida de forma transparente, mas na sua totalidade, agregando todos os poderes”, disse o presidente.



CPI da Energisa

Sempre tratado como destaque, o assunto CPI da Energisa, mais uma vez, foi abordado em entrevista concedida pelo presidente Laerte Gomes. O parlamentar explicou que com o fim do recesso e o retorno dos trabalhos legislativos, as audiências para ouvir todos os envolvidos também serão retomadas.

“E posterior a isso, um relatório será confeccionado, depois apresentado para o plenário e encaminhado para os órgãos de controle. Em resumo, a CPI está em fase final de apurações”, concluiu Laerte Gomes.



Iperon

Sobre o futuro do Iperon, o presidente disse que a próxima etapa é reunir a bancada federal para juntos ao presidente Bolsonaro, garantirem aos beneficiários do instituto, os seus direitos adquiridos.

“O pagamento da Previdência desses servidores é de responsabilidade do Governo Federal. E o problema é bem mais grave do que imaginamos. De acordo com os números que recebi, o déficit em 2021 ultrapassa os R$ 620 milhões. E quem paga isso? O Governo e os poderes, é preciso fazer um aporte”, frisou Laerte Gomes.

Fonte: ALE/RO
Publicada em 18 de fevereiro de 2020 às 08:26

 

Leia Também

“Ô coronel Meireles, acorda porra”, diz Laerte Gomes para diretor do DER

O presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, deputado Laerte Gomes, teceu fortes críticas ao diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Estado, Erasmo Meireles e Sá, na sessão do legislativo esta semana.

Após 36 anos o presidente Laerte Gomes cria fluxograma e normatiza procedimentos da ALE

Ferramenta contribuirá na gestão e no controle dos processos administrativos da Assembleia

Porto Velho: Plenário da Câmara aprova suspensão de consignado em folha

O Projeto de Lei nº. 4.028/2020, de autoria do presidente da Câmara Municipal de Porto Velho, vereador Edwilson Negreiros, foi aprovado na tarde de segunda-feira (6), pela maioria absoluta dos parlamentares presentes

Governo começa a pagar auxílio emergencial de R$ 600 na quinta-feira

A segunda parcela do benefício será liberada entre 27 e 30 de abril

Envie seu Comentário