Obras do Esgotamento Sanitário de Ji-Paraná iniciam em fevereiro

Obras do Esgotamento Sanitário de Ji-Paraná iniciam em fevereiro

Obras do Esgotamento Sanitário de Ji-Paraná iniciam em fevereiro

As obras para implantação do Esgotamento Sanitário de Ji-Paraná terão início já neste mês de fevereiro. O trabalho de campo será iniciado pelo bairro Boa Esperança, segundo distrito da cidade. A informação foi confirmada na manhã de hoje (24) ao Prefeito Marcito Pinto (PDT), pelo engenheiro André Gaspar, gerente do consórcio responsável pelas obras e por Gilson Castro Moraes, gestor do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O consórcio das construtoras AGaspar e Proaqua já está com a equipe formada e com todos os materiais comprados e em estoque para os serviços. A obra terá uma extensão de cerca de 400 quilômetros de ruas, alcançando milhares domicílios.

Os investimentos preveem ainda a construção de estações de tratamento de efluentes (ETE), estações de bombeamento e oito lagoas para contenção de dejetos, sendo quatro lagoas anaeróbias e quatro aeróbias, responsáveis pelo tratamento e  purificação do esgoto, responsáveis pela devolução da água ao leito do rio Machado em nível de pureza aceitável pelos organismos ambientais.

O prefeito Marcito Pinto agradeceu a parceria com o Governo do Estado, especialmente ao Governador Marcos Rocha, e ressaltou que o esgotamento sanitário é uma obra essencial  para a cidade, já que apenas 5% dos municípios brasileiro possuem tratamento de esgoto. “A implantação deste serviço vai trazer benefícios diretos à nossa população. Com essa obra, Ji-Paraná estará entrando neste seleto grupo de cidades que usufruem dos benefícios de se ter o esgoto tratado, reduzindo inúmeras doenças que são causadas devido a contaminação da água”, ressaltou.

Marcito elencou ainda outros benefícios diretos que serão abrangidos com a implantação deste sistema, como a  redução dos gastos públicos com o tratamento de doenças no hospital e nos postos de saúde, preservação dos recursos hídricos e até valorização dos imóveis urbanos.

A obra será realizada através de recursos federais, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), no valor de R$ 150 milhões, e irá beneficiar cerca 80% da população.

Fonte: Assessoria
Publicada em 24 de janeiro de 2020 às 14:49

 

Leia Também

Presidente Laerte Gomes indica ao Poder Executivo instituição de auxílio financeiro para professores da rede pública estadual de ensino

Sintero afirma que educadores estão tendo gastos extras ao adotar modalidade de ensino à distância em razão da pandemia

Presidente Laerte Gomes solicita perfuração de poço artesiano no distrito de Nova Londrina em Ji-Paraná

Parlamentar indicou ao Governo que sejam tomadas as providências necessárias para solucionar problemas de abastecimento de água na localidade

Presidente da Assembleia anuncia pauta trancada até Governo rever decreto fechando o comércio no interior

A proposta foi do deputado Laerte Gomes, em conjunto com todos os parlamentares estaduais

Adailton Furia critica ação do governo em estender decreto de isolamento à municípios do interior

Parlamentar defende que cabe aos prefeitos decidir como lidar com a situação de cada município

Envie seu Comentário