Produtores de Vilhena ganham 4 prêmios culturais nacionais

Produtores de Vilhena ganham 4 prêmios culturais nacionais

Os produtores culturais vilhenenses, Andréia Machado, Marcio Guilhermon, Washington Kuipers e Queiteane Rodrigues estão comemorando, pois ganharam quatro prêmios culturais da Fundação Nacional de Artes – Funarte.

Eles ganharam o “Prêmio Funarte Descentrarte” que tem como objetivo promover a cidadania e o progresso dos municípios de médio porte – ou seja, que tenha entre 50 mil e 100 mil habitantes, por meio do incentivo à criação à produção e à formação artísticas.

O edital do prêmio selecionou 120 projetos artísticos no Brasil nas categorias de circo, artes visuais, dança, teatro, literatura e artes integradas.

“Estamos muito felizes em ser contemplado com quatro prêmios, esse é o reconhecimento do trabalho que estamos realizando há mais de 10 anos em Rondônia para a valorização da cultura amazônica”, disse a jornalista Andréia Machado.

Sobre os prêmios:

A jornalista e produtora cultural Andréia Machado ganhou o prêmio na categoria produção literária com o projeto “Revista Cultural Aventuras na Amazônia”

O fotografo Washington Kuipers ganhou o prêmio na categoria artes visuais com o projeto “Oficina de fotografia Faces do Quilombo”.

Já o músico e produtor cultural Marcio Guilhermon ganhou o prêmio na categoria de dança com o projeto “Oficina De Dança Afro-Brasileira: Reconstruindo O Quilombo”.

A jornalista e produtora cultural Queiteane Rodrigues ganhou o prêmio na categoria teatro com o projeto “Espetáculo Teatral: História De Rita”

“Em breve vamos ter várias ações culturais em Vilhena para agradar a todos os gostos, com apresentação teatral, oficinas de dança e fotografia e a produção de uma revista dedicada a retratar a riqueza da cultural local”, ressaltou Queiteane Rodrigues.

Com o recurso que os produtores culturais vão receber dos prêmios eles vão realizar os projetos culturais em Vilhena.  “O nosso objetivo é levar os projetos culturais para os vilhenenses de forma gratuita valorizando assim a riqueza cultural local”, disse Marcio Guilhernon.

Os produtores fazem parte do grupo cultural Ponto de Cultura e Mídia Livre Serpentário Produções e da Associação Cultural Diversidade Amazônica que trabalha com promoção da cultura em Rondônia.

“Já produzimos vídeos documentários, revistas, cartilhas entre outros projetos e queremos continuar trabalhando com projetos relacionados na valorização e visibilidade da cultura amazônica. Temos a sorte do grupo contar com várias pessoas dedicadas que tem contribuído para o sucesso dos projetos realizados e vamos continuar trabalhando para melhorar a cada dia”, finalizou Washington Kuipers.

Fonte: Assessoria
Publicada em 07 de dezembro de 2019 às 09:02

 

Leia Também

Além da questão ética, saúde e educação - Por Valdemir Caldas

Nos últimos anos, a saúde e a educação chegaram ao fundo do poço. Estão brincando com coisas sérias.

Coleta Seletiva: Semeia orienta a população para utilizar Ecoponto corretamente

O objetivo é inserir na sociedade ji-paranaense a cultura de reciclar, adotando a prática da separação do lixo, contribuindo assim para redução da quantidade de resíduos que é enviada para os aterros.

Semagric continua trabalho no distrito de Rio Pardo

Gestão Hildon Chaves garante escoamento da produção através do trabalho das equipes da Semagric

Saae apresenta nomes das empresas participantes de licitação para ampliação e readequação do sistema de água em Vilhena

Cinco empresas apresentaram documentação para se habilitar na concorrência pública; apenas uma é de Rondônia

Envie seu Comentário