Em ata, Copom volta a indicar possível elevação da taxa Selic em 2021

Em ata, Copom volta a indicar possível elevação da taxa Selic em 2021

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) indicou, nesta terça-feira (15/12), que pode voltar a subir a taxa básica de juros no futuro. Hoje, a Selic está em 2% ao ano, o menor patamar da história.

A informação consta na ata da última reunião do Copom, realizada na semana passada. O documento foi divulgado nesta manhã pelo BC, que aponta ainda para uma incerteza no ritmo de crescimento da economia.

O Banco Central ressaltou que as condições para manutenção do “forward guidance“, mecanismo que impede aumento do juro básico, podem não ser mais atendidas em breve, o que indica possível elevação da taxa Selic.

No entanto, adicionou que, “embora haja a possibilidade de o forward guidance ser retirado em breve, isso não implicaria mecanicamente aumento de juros”.

Boletim Focus divulgado nessa segunda-feira (14/12) prevê que a taxa Selic deverá fechar 2021 em 3% ao ano, aumento de 1 ponto percentual em relação ao patamar atual. Em 2022, pode subir para 4,5% ao ano.

O Copom avaliou também que perseverar no processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira é “essencial para permitir a recuperação sustentável da economia”.

“O Comitê ressalta, ainda, que questionamentos sobre a continuidade das reformas e alterações de caráter permanente no processo de ajuste das contas públicas podem elevar a taxa de juros estrutural da economia”, informou.

Disse também que a retomada da economia pode ser gradual, mas enfatizou que os resultados promissores nos testes das vacinas contra a Covid-19 tendem a trazer melhora da confiança da atividade no médio prazo.

“A pouca previsibilidade associada à evolução da pandemia e ao necessário ajuste dos gastos públicos a partir de 2021 aumenta a incerteza sobre a continuidade da retomada da atividade econômica”, informou o Copom.

Fonte: METRÓPOLES
Publicada em 15 de dezembro de 2020 às 09:47

 

Leia Também

Procon orienta população de baixa renda sobre direito à tarifa social na fatura de energia para evitar cortes até setembro

Programa de Tarifa Social de Energia Elétrica garante manutenção do consumo de energia mesmo estando inadimplente

Homem luta na Justiça para provar que ganhou R$ 18 milhões na Lotomania

Marcos Pessoa tenta atestar há 4 anos que houve erro na leitura do cartão de apostas dele

Porto Velho reduz faixa etária para vacinar pessoas acima de 32 anos com cadastro no SASI

A população do município deve seguir efetuando o cadastro no aplicativo SASI

Cremero descobre falsa médica dando plantão em Hospital de Campanha de Porto Velho

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público de Rondônia (MP-RO) que vai analisar a denúncia.

Envie seu Comentário