Convênios do IPAM estão suspensos; Léo Moraes não vem em 2020 - Por Rubson Luiz

Convênios do IPAM estão suspensos; Léo Moraes não vem em 2020 - Por Rubson Luiz

IPAM

O Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Porto Velho (IPAM) está aparentemente falido e não há um só vereador que fale do assunto. A Prefeitura já criou uma comissão para fazer uma reforma administrativa no instituto para tentar salvá-lo da extinção, mas isso é assunto que é guardado a sete chaves pela administração e pela maioria dos vereadores. 

FATO

Esta semana, dezenas de servidores que procuraram a rede conveniada receberam um sonoro não. O instituto recolheu a contribuição dos servidores e não repassou para os laboratórios e para os hospitais, o que em tese, configura crime de apropriação indébita. A situação vem sido denunciada há tempos, mas ninguém fala nada. Um pedido de auditoria nas contas do instituto será feito na próxima semana pelo Conselho Estadual de Saúde.

LISTA

Dentre a lista dos estabelecimentos que estão sem receber do IPAM estão a Alphaclin, o Prontocordis, Instituto São Pelegrino, Hospital Central e Fisiopilates. Alguns desses estabelecimentos suspenderam o atendimento e o pobre servidor está tendo dificuldades em ter acesso a atendimento médico, consultas e exames mesmo tendo contribuído. Afinal, o que está acontecendo dentro do IPAM?

LÉO MORAES

Os planos de Léo Moraes para 2020 são outros e já nem se fala na hipótese dele ir para a disputa à Prefeitura, já que ele não quer ser sepultado politicamente como aconteceu aos outros que passaram pelo Paço Municipal. Quem deve vir por já estar sepultada politicamente é Mariana Carvalho, que deverá cumprir seu último mandato, abrindo espaço para o irmão Maurício Carvalho disputar a Câmara Federal. 

ROLO

Quem diria, na casa dos petistas da Unir, um rato passou e levou o dinheiro dos professores. Pois é, isso pode ter acontecido no Sintunir, o Sindicato que representa os servidores da Universidade Federal de Rondônia, um dos maiores redutos esquerdistas do Estado. Denúncias dão conta de que o presidente sindical ´sumiu´ com quase R$ 500 mil dos cofres do sindicato. Só resta agora reclamar para o Papa que é rico e adora o PT. 

ELEVADOR

Quem for para a Assembleia Legislativa pela primeira vez, um aviso: evite utilizar o elevador e passar raiva. O elevador às vezes demora 20 minutos para chegar à repartição do minúsculo prédio, como se tivesse 1000 andares. A direção da Casa Legislativa disse que está estudando construir andar com passarela panorâmica, mas isso é apenas um estudo.

OPERARAM O DANIEL

A existência de um suposto áudio de um delegado da Polícia Civil confessando que a operação Teste de Sabre foi com base em denúncias falsas e que levou a Justiça ao erro, é gravíssimo. Isso poderá levar no futuro à prisão de pessoas inocentes por meras quizilas políticas. Muita gente pode estar usando do poder que possui para se vingar de desafetos políticos. Daniel Pereira que o diga. É exatamente esse tipo de situação que o projeto de Abuso de Autoridade está tentando coibir. 

ENERGISA

Há algo de muito obscuro em toda essa questão envolvendo a venda da Ceron para a Energisa. O ex-presidente da Ceron, Efraim Cruz, foi o mesmo que se transformou em diretor da Aneel, indicado pelo ex-senador Valdir Raupp, e que meses depois voltou pela autorização do aumento da tarifa em Rondônia. Esse e muitas outras questões curiosas fazem parte de um dossiê que será apresentado na próxima semana ao Congresso Nacional para pedir a suspeição dele em todo o processo e a suspensão do aumento concedido pela ANEEL. Voltaremos ao assunto.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 30 de outubro de 2019 às 12:02

 

Leia Também

Cid Gomes é baleado em protesto de PMs em Sobral

Ex-governador do Ceará foi levado ao Hospital do Coração da cidade do interior do Ceará. Assessoria diz que disparo foi com arma de fogo.

OAB Rondônia: 46 anos inspirando confiança na democracia - por Elton Assis

Neste 2020 a OAB Rondônia encerra 46 anos de existência.

Sindicatos do Fisco Estadual marcam Assembleia Conjunta em caráter de urgência

A assembleia será realizada no dia 21 de fevereiro (sexta-feira), ás 09h, na sede do Sindafisco em Porto Velho, R. José Bonifácio, 814 – Olaria.

Ministério Público de Rondônia suspende expediente no carnaval e retorna atividades na Quarta-feira de Cinzas

Na Quarta-Feira de Cinzas, 26 de fevereiro, o expediente na Instituição será das 14 às 18 horas.

Envie seu Comentário