Após receber denúncias de irregularidades, deputado estadual Jair Montes pede fiscalização de órgãos nas bombas de combustível

Após receber denúncias de irregularidades, deputado estadual Jair Montes pede fiscalização de órgãos nas bombas de combustível

O deputado estadual Jair Montes (Avante) entrou com indicação nesta segunda-feira (22), na Assembleia Legislativa de Rondônia, pedindo ao Poder Executivo que, através da Secretaria de Estado de Finanças (SEFIN), em conjunto com o IPEM (Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia),  PROCON  (Programa e Orientação e Defesa do Consumidor de Rondônia) e Policia Civil, realizem em caráter de urgência. vistorias nas bombas de gasolina dos postos de combustíveis dos municípios de Rondônia e seus distritos. Entre eles: Alto Paraíso, Campo Novo de Rondônia, Candeias do Jamari ,Buritis, Cujubim ,Guajará-Mirim, Machadinho do Oeste, Itapuã do Oeste, Monte Negro, Nova Mamoré, Porto Velho, Rio Crespo e outros. 

Na justificativa apresentada na indicação, o parlamentar cita que um cidadão do município de Nova Mamoré fez uma gravação em vídeo num posto de combustível de uma determinada rede de postos, comprando cinco litros de combustível e pagou por essa quantidade, inclusive pediu o cupom fiscal e a segunda via da maquininha de cartão. Porém, no recipiente plástico que cabia cinco litros e com marcadores do fabricante, saiu apenas da bomba de abastecimento quatro litros, setecentos e cinquenta mililitros, portanto, faltando duzentos e cinquenta mililitros para completar cinco litros. 

“O cidadão já paga caro no litro da gasolina e na hora de receber a nota percebe que abasteceu menos do que realmente pagou, isso é um absurdo. Dessa forma determino vistorias nas bombas de gasolina dos postos de combustíveis no município de Alto Paraíso e seus respectivos distritos para verificar possível fraude no fornecimento exato da quantidade de combustível adquirida pelo consumidor. ” Justificou Jair montes. 

Por sua vez, faz necessário com a máxima urgência a realização dessa operação conjunta para verificar se existem mesmo a denúncia do vídeo que rivalizou nas redes sociais em relação a quantidade exata de combustível que sai da bomba é exatamente a adquirida pelo consumidor depois que o frentista abastece, ou seja, se está ocorrendo a fraude conhecida como bomba baixa - acontece quando sai menos gasolina do que o comprado pelo consumidor. 

É importar identificar ainda, a qualidade dos combustíveis, a validade dos produtos derivados do petróleo e dos produtos das lojas de conveniência, caso existam, a ausência do Livro do Consumidor e de cartazes com especificações e de reclamações ao Procon. 

Fonte: DA ASSESSORIA
Publicada em 22 de novembro de 2021 às 15:00

 

Leia Também

Veja como os partidos distribuíram as emendas individuais para ministérios no Orçamento 2022

Saúde e Cidadania ganham mais recursos; Desenvolvimento Regional perde

Deputado Jair Montes pede que governo do Estado agilize as cirurgias eletivas com a contratação de hospitais e clínicas particulares

Parlamentar propôs exemplo do governo de Mato Grosso do Sul para que o preço por cirurgia seja ajustado conforme a realidade de mercado

Hildon Chaves assina ordem de serviço para três obras de infraestrutura em Porto Velho

Obras são estratégicas para a população da capital

Judoca Danilo Silva é tricampeão da Paralimpíadas Escolares Brasileiro

 Paraatleta rondoniense está brilhando nas Paralimpiadas Escolares Brasileiro

Envie seu Comentário