Polícia Federal deflagra operação de combate a desvios de verbas direcionadas ao combate da pandemia da COVID-19 em Rondônia

Polícia Federal deflagra operação de combate a desvios de verbas direcionadas ao combate da pandemia da COVID-19 em Rondônia

Porto Velho/RO – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (14/10), a terceira fase da Operação Dúctil, que visa apurar fraudes na compra emergencial de materiais e insumos hospitalares relacionados ao enfrentamento da pandemia da COVID-19 em Rondônia.
As investigações apontaram indícios de apresentações de atestados de capacidade técnica falsos e da possível atuação de empresários junto a agentes públicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), com o intuito de direcionar procedimentos licitatórios e fraudar contratos com a administração pública. Os contratos giram em torno de R$ 21 milhões de reais.
Apurou-se, inclusive, que máscaras tipo KN95, cujo valor de mercado é de R$ 2,58 a unidade, eram vendidas à Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia (SESAU) por R$ 15,30 cada uma, com superfaturamento de 500%. O valor de sobrepreço pago pelo Estado de Rondônia, constatado pela Perícia Criminal, é de R$ 6.9 milhões de reais.
Foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão, sendo dois deles em Goiânia, dois em Manaus e um em São Paulo, expedidos pela 3ª Vara Criminal da Justiça Federal de Rondônia.
Os investigados podem responder por fraude em licitação, corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e organização criminosa cujas penas somadas podem ultrapassar 9 (nove) anos.
Dúctil foi escolhido como nome da operação pois refere-se ao que pode ser conduzido, fazendo alusão aos possíveis direcionamentos das licitações. A palavra também tem relação com o que é elástico ou moldável, fazendo menção às empresas que modificaram a área de atuação durante a pandemia para participar de licitações.

Fonte: DA ASSESSORIA
Publicada em 14 de outubro de 2021 às 08:54

 

Leia Também

Veja como os partidos distribuíram as emendas individuais para ministérios no Orçamento 2022

Saúde e Cidadania ganham mais recursos; Desenvolvimento Regional perde

Deputado Jair Montes pede que governo do Estado agilize as cirurgias eletivas com a contratação de hospitais e clínicas particulares

Parlamentar propôs exemplo do governo de Mato Grosso do Sul para que o preço por cirurgia seja ajustado conforme a realidade de mercado

Hildon Chaves assina ordem de serviço para três obras de infraestrutura em Porto Velho

Obras são estratégicas para a população da capital

Judoca Danilo Silva é tricampeão da Paralimpíadas Escolares Brasileiro

 Paraatleta rondoniense está brilhando nas Paralimpiadas Escolares Brasileiro

Envie seu Comentário