Polícia civil prende quadrilha que vendia diplomas falsos pela internet, em Ji-Paraná

Polícia civil prende quadrilha que vendia diplomas falsos pela internet, em Ji-Paraná

A Polícia Civil desarticulou nesta quinta-feira (7) uma quadrilha que falsificava certificados do ensino médio e diplomas de cursos, em Ji-Paraná (RO), região central do estado. Ao todo, cinco suspeitos foram presos pelo crime.

Segundo o delegado Júlio Rios, que conduziu a investigação, os integrantes da quadrilha vendiam os certificados pela internet. Os principais clientes dos criminosos eram estudantes que precisavam de documentos para ingressar no mercado de trabalho ou em faculdades.

"As investigações tiveram início em janeiro. Ontem o grupo criminoso foi entregar um certificado falso em Cacoal e conseguimos deter uma integrante. Basicamente eles falsificavam os diplomas e passavam a oferecer os documentos falsos pela Rede Mundial de Computadores", diz o delegado.

Os demais integrantes do grupo foram presos nesta quinta-feira, quando a quadrilha tentava entregar um certificado a um cliente.

A Polícia Civil informou que também vai tentar localizar as pessoas que compraram os certificados de forma ilegal nos últimos meses.

 

"Se a pessoa compra um documento falso, sem passar pela sala de aula, ela está cometendo um crime e vai responder por tal ato", afirma Júlio Rios.

 

Dos cinco presos pela Civil, quatro já foram liberados e o mentor da quadrilha é o único que segue detido em Ji-Paraná.

À Rede Amazônica, o delegado Júlio Rios diz que também apreendeu um HD e um computador. Dentro de um pendrive os policiais encontraram 150 certificados já falsificados, que seriam vendidos na internet.

Fonte: Diário da Amazônia
Publicada em 07 de novembro de 2019 às 17:47

 

Leia Também

Polícia Militar do Estado de Rondônia monta estratégia para intensificar segurança neste fim de ano

A Operação Fim de Ano Seguro será lançada no dia 16 de dezembro, às 8 horas, em frente ao Comando-Geral da PM, com foco em proporcionar e ampliar sensação de segurança pública, através das medidas planejadas.

PRF encontra mais de 70 kg de cocaína em carreta com fundo falso

Mesmo questionado pelos policiais, o homem não informou qual seria o destino da carga nem quanto receberia para realizar o transporte

PF desarticula esquema de pagamento de propina a servidores do INCRA, cumpre 5 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão

Durante as investigações foi identificado mais de meio milhão em propina para pelo menos seis servidores do INCRA

Operação conjunta desarticula esquema de fraude em prestação de contas no Incra em Rondônia

Ação decorre de trabalho investigativo realizado em parceria entre a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União

Envie seu Comentário