Estudantes da Maple Bear produz filme sobre Romeu e Julieta na vida moderna

Estudantes da Maple Bear produz filme sobre Romeu e Julieta na vida moderna

Luz, Câmera, Ação... A criatividade de estudantes da escola Maple Bear Canadian School Porto Velho é coisa pra cinema.

E mais: os adolescentes envolvidos na produção de um curta - metragem  baseada na obra de Shakespeare  (1564-1616) Romeu e Julieta estão colocando a solidariedade em cartaz.

De acordo com o diretor do estabelecimento de ensino, Fawez Holanda, os alunos do 1º ano do ensino médio, com uma participação especial dos alunos do 9º ano, apresentarão a releitura do clássico da literatura com os diálogos em inglês.

A exibição do filme que estréia neste mês acontecerá na própria escola  em  duas sessões.

“No dia 7 é destinado para a comunidade escolar e no dia 9 para pais e convidados”, anuncia Fawez, ressaltando que  a entrada será um quilo de alimento não perecível.

Kátia Carvalho, administradora do ensino médio, informou que a adaptação desse clássico da literatura ganha um enredo  de modernidade,  recontando a história no século XXI.

Segundo ela, ao invés da tragédia da versão original escrita entre 1591 e 1595, a produção portovelhense  retrata uma comédia com  cenas dramáticas.

"O grupo pensou em como transformar a história clássica em uma situação atual, com toda a tecnologia e padrões da modernidade,  acrescentando as características sociais da realidade de hoje", frisa  ela.

Uma das novidades dessa nova versão  é que Romeu, não é de família rica. Agora, é um estudante bolsista de classe média baixa enquanto Julieta continua rica, porém com personalidade de uma “patricinha e burguesinha’.

Com  essa produção, os educadores  visam demonstrar que Shakespeare pode sim ser lido e apreciado por adolescentes da atualidade.

Pensam ainda em  alertar que  problemas sociais vivenciados por jovens  na era Elizabetana ainda são enfrentados  pela juventude de hoje.

Na visão dos produtos os adolescentes do presente  convivem com problemas como intolerância, preconceito, desigualdade de gênero, entre  outros tabus, os quais,  merecem uma reflexão na ficção e principalmente na vida real.

Fonte: Assessoria
Publicada em 04 de novembro de 2019 às 08:44

 

Leia Também

Ed Sheeran é artista britânico da década por recorde nos rankings

Ele tem a maior quantidade (12) de singles que chegaram ao primeiro lugar entre 2010 e 2019

Will Smith já está trabalhando em novo Um Maluco no Pedaço

O comediante trabalha no spin-off da produção. Segundo a The Hollywood Reporter, personagens originais podem voltar a série

DJ Rennan da Penha lança primeira música após sair da prisão

A faixa Se Olha no Espelho veio após um desafio do músico aos seus fãs, que aguardavam ansiosamente os novos projetos dele

Após adaptação de Shallow Now, Paula Fernandes diz que não guarda mágoas de Luan Santana

O sertanejo teria tido divergências criativas com a colega e, sem maiores cerimônias, abandonou o projeto.

Envie seu Comentário