Energisa é uma vergonha para Rondônia, repudia Nazif

Energisa é uma vergonha para Rondônia, repudia Nazif

O parlamentar de Rondônia Mauro Nazif (PSB-RO) usou a tribuna do Plenário Ulisses Guimarães no final da tarde desta quinta-feira (15) e ratificou sua crítica à Energisa. O deputado lembrou que a empresa chegou em Rondônia e prometeu que iria baixar a tarifa e também melhoraria o fornecimento de energia, mas a propaganda enganosa da Energisa já está escancarada ao povo rondoniense e ao deputado.

Segundo Mauro Nazif, após as promessas da empresa que se instalou em Rondônia no final de 2018, a Energisa fez um reajuste tarifário de 27% na conta dos contribuintes. O deputado rondoniense também destacou os apagões que aconteceram na Capital Porto Velho (RO) nos últimos dias. Diante da falta de respeito ao consumidor, Nazif convidou o grupo a se retirarem — essa empresa é uma vergonha para o Estado de Rondônia. Ao encerrar, Mauro Nazif indicou o Estado que entre com um processo de danos morais por usar o antigo nome Ceron.

Ao realizar uma pesquisa na maior plataforma de buscas por palavras chaves, o Google oferece algumas páginas com informações da empresa com os dois nomes Ceron/Enegisa, Entende-se que a Ceron é mais uma das 18 empresas que fazem parte do grupo, talvez não cabe recurso para uma eventual processo sugerido pelo congressista.

 

Apagão:

Ao tentar justificar o apagão na manhã desta quinta-feira (15), o gerente de operações do grupo em Rondônia, Elson Borges, disse que a informação de apagão da cidade não procedia e que apenas houve a interrupção de energia em uma pequena área. Na terça-feira (13), o apagão foi devido uma interrupção na subestação Tiradentes, Zona Leste de Porto Velho (RO).

Na quinta-feira (15) mais de 18 mil clientes ficaram sem energia com a queda da subestação Alphaville, na Zona Norte da capital. Elson Borges afirmou que houve problemas com um transformador e por isso houve corte no fornecimento.

Fonte: Assessoria
Publicada em 16 de agosto de 2019 às 16:56

 

Leia Também

ELEIÇÕES 2020: Pesquisa sem Hildon e Léo deixa corrida disputada para prefeitura da capital

Vale lembrar que na eleição passada, Léo Mores e Hildon Chaves travaram um duelo no segundo turno para prefeito

Presidente Laerte Gomes acompanha as obras da cerca do Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná

Parlamentar lembra que a obra é fundamental para a retomada dos voos em Ji-Paraná

Combate a desigualdade e resgate do orgulho de Porto Velho são pautas do pré-candidato à prefeito Samuel Costa

Uma das mais ressoantes vozes da esquerda rondoniense na atualidade, o professor Samuel Costa, é pré-candidato a prefeito de Porto Velho (RO) pelo Partido Comunista do Brasil – PC do B.

Vítima de ataques políticos, prefeito de Machadinho explica projeto de alteração do Imprev

Se o município não se adequar a prefeitura ficará sem certidão e não receberá recursos

Envie seu Comentário