Homem é morto a tiro após reagir assalto na zona leste em Porto Velho

Homem é morto a tiro após reagir assalto na zona leste em Porto Velho

Franc Guimarães Soares, 29 anos, foi vítima de um latrocínio na noite desta sexta-feira, (19), entre às 20h, ao reagir a um assalto, na Rua Cabedelo com Lumiere, bairro Marcos Freire, na zona Leste de Porto Velho.

De acordo com informações que a Polícia Militar colheu junto às testemunhas, a vítima estaria dentro de um carro esperando a esposa que fazia um orçamento em um ateliê, quando foi abordado por um bandido em uma bicicleta anunciando o assalto. Após roubar um celular o bandido fugiu, contudo a vítima saiu do carro e correu atrás do criminoso, na tentativa de detê-lo e recuperar o aparelho.

Ao perceber a reação, o bandido fez um disparo atingindo a nuca da vítima e em seguida fugiu, abandonando a bicicleta no local.

Uma equipe do Samu foi solicitada para prestar socorro, porém o tiro foi fatal e a vítima veio a óbito no mesmo instante. O local foi isolado e em seguida  a perícia criminal chegou para fazer os trabalhos de praxe, após o término o corpo foi levado para o IML. A Polícia Civil segue agora com as investigações.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 19 de julho de 2019 às 23:02

 

Leia Também

Inconformado com o resultado, MP recorre na própria sessão de julgamento do agente penitenciário que jogou soda cáustica em médico

O Promotor de Justiça Elias Chaquian pediu a condenação em uma tentativa de homicídio triplamente qualificada (motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima

Pastor que decepou mão da esposa vai responder apenas pelo crime de lesão corporal grave

Pastor responderá por crime de lesão corporal grave, cuja pena prevê 2 a 8 anos de prisão

Emoção no encerramento dos cursos de Libras e PM Digital

Policiais estão aptos a atender ocorrências envolvendo pessoas surdas

Delegacia alerta para onda de furtos de carros com dispositivo ‘Chapolin’ em Porto Velho

Cerca de seis veículos, entre caminhonetes e carros comuns, foram furtados em Porto Velho, nos últimos dois meses, através do uso do Chapolin

Envie seu Comentário