JPII X RATOS: Situação do João Paulo II em debate na Assembleia Legislativa

JPII X RATOS: Situação do João Paulo II em debate na Assembleia Legislativa

Um dos principais temas tratados na sessão plenária desta terça-feira 19.03 na Assembleia Legislativa de Rondônia foi a situação do hospital João Paulo II o maior pronto-socorro do hospital, em Porto Velho. A discussão foi uma reação do Legislativo a um vídeo que viralizou nas redes sociais no último final de semana quando uma servidora filmou dezenas de ratos andando livremente pelos corredores, e cozinha do hospital durante a noite. 

Os deputados estaduais sabem que não há mais como esperar, pois, há pelo menos uma década, o hospital e seus servidores passam por essa situação e sabem que não há outra solução senão a reconstrução do hospital ou a construção de outra unidade. Os deputados saíram em defesa dos profissionais que lá trabalham e assumiram o compromisso de ajudar o Governo estadual a reiniciar as o Hospital de Urgência e Emergência – Heuro, que estão paralisadas. 

O líder do Governo, deputado Heyder Brasil disse que esse é um dos principais compromissos do Executivo, que tem se debruçado na questão. Para isso, há várias alternativas que estão sendo analisadas, como a realocação dos pacientes para o prédio do Vila Ricca, ou mesmo no antigo prédio da Assembleia Letislativa e até a utilização do estádio Aluízio Ferreira, em parceria com o Exército, que faria a montagem das suas tendas de campanha. 

O presidente da Comissão de Saúde, deputado Adailton Fúria, esteve no João Paulo II e relatou um ´cenário de guerra´, devido a superlotação do hospital e também a falta de estrutura a que são submetidos pacientes e servidores. Segundo ele, há no Pronto Socorro 236 pacientes para um local projetado para abrigar 150 leitos. “Se fosse um hospital particular já tinha sido interditado”, comentou. 

Ao finalizar, o deputado Fúria demonstrou sua indignação com a situação. “É impressionante como as autoridades tratam um hospital particular e um público. Não culpo o atual governo, mas é preciso haver uma solução. Não quero saber se o governo vai alugar um hospital particular ou recorrer ao Exército ou ao governo federal, mas o João Paulo II precisa sair daqui”, considerou Fúria.

Fonte: VIA RONDÔNIA
Publicada em 19 de março de 2019 às 19:32

 

Leia Também

Vice-presidente Mourão defende reforma política após conclusão da Previdência

Mourão contestou variedade demasiada de partidos políticos dentro da Câmara dos Deputados

Saiu a primeira pesquisa de intenção de votos para vereador da capital

Na lista publicada aparecem os 61 nomes mais bem colocados, o  que não significa que eles estejam eleitos.

Anderson Pereira solicita informações sobre pagamento de parcelas do acordo firmado pela JBS

Empresa foi condenada a pagar multa de R$ 270 milhões, por descumprir a lei de incentivos fiscais

Deputado Ismael Crispin visita escolas estaduais com adjunta da Seduc no interior do Estado

Parlamentar percorreu escolas de cinco municípios, para verificar as necessidades e buscar soluções

Envie seu Comentário