Prefeito Hildon Chaves recebe visita de presidente e diretores da Energisa/RO

Prefeito Hildon Chaves recebe visita de presidente e diretores da Energisa/RO

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, recebeu em seu gabinete, na noite desta segunda-feira (11/2), o presidente da Energisa Rondônia, Ivan Botelho, e mais três integrantes da diretoria da empresa. Na ocasião, foi apresentado o plano de negócios e plano de trabalho do grupo empresarial para o Estado.

“A programação de investimentos para este ano, em Rondônia, é da ordem de R$ 470 milhões. Pelo menos um terço desse valor deve ser aplicado em Porto Velho. Esses investimentos movimentam a economia, geram emprego e renda e trazem mais segurança para os consumidores de energia elétrica no Município”, disse o prefeito.

A diretoria da Energisa também demonstrou preocupação com as ligações clandestinas, as quais têm causado mortes (pessoas eletrocutadas) em diversos bairros da capital, incêndios e outras perdas.

“A tarifa social é outro compromisso da empresa para levar energia de qualidade aos bairros e localidades que ainda não dispõem desse serviço. Acredito que isso também é progresso”, comentou Hildon Chaves.

Fonte: Comdecom
Publicada em 12 de fevereiro de 2019 às 13:42

 

Leia Também

Semusa realiza programação na unidade Hamilton Gondim

Serão realizadas consultas clínicas, exames de preventivo, glicemia, teste rápido e café da manhã

Governo de Rondônia realiza o 68º Encat, que reunirá órgãos fazendários de todo o país

A expectativa, segundo os organizadores rondonienses, é de que haja participação unânime de todas as representações estaduais neste 68º Encontro

Parceiros da Setur e Embratur debatem oportunidades e financiamento para o ecoturismo em Rondônia

Na fase inicial, o Investe Turismo aplicará R$ 200 milhões nos estados constantes em rotas estratégicas.

Preço de gás de cozinha já está mais caro nas distribuidoras

O anúncio foi feito pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) e confirmado pela Petrobras.

Envie seu Comentário