Após polêmica, Mourão informa que viajará separado de Bolsonaro

Após polêmica, Mourão informa que viajará separado de Bolsonaro

Após polêmica sobre ter sido transportado a Brasília na mesma aeronave que Jair Bolsonaro (PSL), o vice-presidente eleito, Hamilton Mourão (PRTB), informou que retornará ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (8) em um voo comercial.

"E será pago por mim", disse à reportagem o general.

Na terça-feira (6), ambos viajaram lado a lado em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira), não seguindo uma orientação de segurança que costuma ser respeitada mundialmente, segundo a qual não se deve transportar juntos os dois primeiros nomes da linha de sucessão presidencial.

A recomendação é feita para se evitar a deflagração de uma crise institucional caso a aeronave sofra um acidente e nenhum dos dois tripulantes sobreviva, criando incerteza sobre o comando do país.

O episódio, que acabou registrado em fotografia, foi criticado, de maneira reservada, tanto por integrantes das Forças Armadas como auxiliares do Palácio do Planalto.

Para eles, mesmo que ambos não tenham ainda tomado posse, seria razoável que fossem transportados em aeronaves diferentes, protocolo que é seguido inclusive pelo GSI (Gabinete de Segurança Institucional), que faz a segurança presidencial.

Ex-ministro do GSI, o general José Elito Carvalho explica que a prática é adotada há anos no Brasil. "É o que mostra o bom senso. No país, não é uma novidade", disse.

Em 2010, a queda do avião do então presidente da Polônia criou uma instabilidade política no país. Morreram no acidente aéreo o presidente Lech Kaczynski, a primeira-dama e vários membros do alto escalão do governo. Com informações da Folhapress.

Fonte: Noticia ao Minuto
Publicada em 08 de novembro de 2018 às 08:35

 

Leia Também

Deputado Diplomado Jhony Paixão prestigia inauguração da nova sede da Assembleia Legislativa

A moderna instalação conta com dois blocos, sendo um de cinco pavimentos, abrigando todos os setores administrativos e de apoio, e outro de 15 pavimentos, mais um subsolo, além de estacionamento privativo para os parlamentares.

Adelino Follador intervém junto a secretarias estaduais em favor de Campo Novo de Rondônia

Prefeito e vereadores estiveram juntos com o parlamentar e secretários de Educação e Segurança

Assembleia revoga Resolução que criava ajuda de custo aos deputados

Decisão foi aprovada na sessão extraordinária desta terça-feira por recomendação do Tribunal de Contas

Maurão de Carvalho diz que encerra o mandato com sentimento de dever cumprido e de cabeça erguida

Após 27 anos de vida pública, ele encerra suas atividades com a inauguração da nova sede da Assembleia

Envie seu Comentário