Bolsonaro diz que vai tirar sigilo de BNDES na 1ª semana de governo

Bolsonaro diz que vai tirar sigilo de BNDES na 1ª semana de governo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quarta-feira (7) que vai abrir os dados do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) na primeira semana de seu governo.

"O BNDES, da minha parte, vamos abrir todos os sigilos para vocês. Todos. Sem exceção", disse ele a jornalistas após almoçar com o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio Noronha. O objetivo, segundo Bolsonaro, é tirar o sigilo dos dados do banco ainda em janeiro de 2019, logo após tomar posse.

"Na primeira semana, até para dar matéria, para vocês se preocuparem com outras coisas a não ser o presidente", ressaltou. O juiz Sergio Moro, futuro ministro da Justiça, viajou a Brasília e acompanhou o presidente ao evento no STJ. Ele saiu minutos antes do fim da reunião com Bolsonaro e Noronha e não respondeu a perguntas dos jornalistas.Servidores do STJ pediram para tirar fotos com Bolsonaro quando ele chegou e saiu para a reunião. Ao término da entrevista coletiva, os funcionários aplaudiram o presidente eleito. Com informações da Folhapress. 

Fonte: Noticia ao Minuto
Publicada em 07 de novembro de 2018 às 15:08

 

Leia Também

Deputado Diplomado Jhony Paixão prestigia inauguração da nova sede da Assembleia Legislativa

A moderna instalação conta com dois blocos, sendo um de cinco pavimentos, abrigando todos os setores administrativos e de apoio, e outro de 15 pavimentos, mais um subsolo, além de estacionamento privativo para os parlamentares.

Adelino Follador intervém junto a secretarias estaduais em favor de Campo Novo de Rondônia

Prefeito e vereadores estiveram juntos com o parlamentar e secretários de Educação e Segurança

Assembleia revoga Resolução que criava ajuda de custo aos deputados

Decisão foi aprovada na sessão extraordinária desta terça-feira por recomendação do Tribunal de Contas

Maurão de Carvalho diz que encerra o mandato com sentimento de dever cumprido e de cabeça erguida

Após 27 anos de vida pública, ele encerra suas atividades com a inauguração da nova sede da Assembleia

Envie seu Comentário