Hildon promove encontro no Kabana´s para obrigar comissionados a plotar carros pró-Expedito

Hildon promove encontro no Kabana´s para obrigar comissionados a plotar carros pró-Expedito

Um fato inusitado aconteceu na tarde de ontem 15.10, em Porto Velho. O prefeito Hildon Chaves marcou um encontro com “todos os comissionados”, presença obrigatória, no Clube Kabana´s (próximo ao Incra-RO). O assunto era ignorado, mas mesmo assim a presença de comissionados foi maciça à reunião do chefe. 

Para a surpresa de muitos, a reunião era política e, no encontro, Hildon Chaves intimou todos os comissionados a fazer campanha gratuita ao candidato do partido, Expedito Júnior (PSDB), inclusive com a plotagem de seus veículos. A pena para a desobediência certamente será a demissão e substituição por outro que vista a camisa. 

Após a saída da reunião, outra surpresa, vários carros dos servidores comissionados já estavam plotados por outros paus mandados do prefeito. Aí ficou impossível manter a calma, já que muitos não gostaram de ter seus veículos adesivados, mesmo que com a marca do candidato indicado pelo patrão. 

Não houve briga, mas algumas discussões sobre a ordem de comando de plotagem dos carros. Para evitar briga, alguns deixaram a coisa como está para manter o emprego. Outros, visivelmente revoltados se retiraram do local ao rasgar os adesivos, prometendo fazer denúncia ao Ministério Público Eleitoral. 

É Hildon Chaves entrando mais uma vez em confusão!

Fonte: Via Rondônia
Publicada em 16 de outubro de 2018 às 16:27

 

Leia Também

Unesc forma 30 novos Engenheiros Civis em Porto Velho

Antecedendo à cerimônia de Colação de Grau, no dia 23 aconteceu o Culto Ecumênico para celebrar e agradecer a conquista

Meio ambiente é um dos focos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unesc

A maioria das carreiras é relacionada aos avanços tecnológicos, mas entre as 21 carreiras mais promissoras o Tidewater Architect, ou Arquiteto de Águas

Fila de espera por cirurgias eletivas é meta estratégica da Secretaria de Saúde

REALIDADE – Atualmente, apenas quatro salas cirúrgicas funcionam no João Paulo II. Seriam necessárias de oito a 10

Diagnóstico e tratamento precoce da Hanseníase dificulta proliferação de doença infectocontagiosa em Rondônia

O tratamento clínico é distribuído gratuitamente pelo Sus, e tem duração de seis meses ou um ano.

Envie seu Comentário