Ji-Paraná atinge mais de 21 mil atendimentos pela rede do CRAS

Ji-Paraná atinge mais de 21 mil atendimentos pela rede do CRAS

Os números são referentes ao período de janeiro a setembro de 2018, aferidos através dos trabalhos realizados pelos três Centros de Referência em Assistência Social existentes no município, CRAS Jardim dos Migrantes, CRAS Roda Moinho e CRAS São Francisco.

Os centros de referencia desenvolvem ações, projetos, programas voltados ao fortalecimento do vínculo da convivência familiar e comunitária. Nos centros são realizados oficinas artesanais: bordado, pintura  em tecido, crochê, pintura em tela, atividades esportivas e orientações individuais com equipes multiprofissional.

O CRAS, segundo explicou Lidiane Tanazildo que é coordenadora dos serviços socioassistenciais do município de Ji-Paraná, funciona como  uma unidade de proteção básica que visa prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade com ações que garantam o desenvolvimento e a ampliação do acesso aos direitos de cidadania a população é a porta de entrada da Assistência Social do Município.

O CRAS tem como público prioritário em suas ações todas as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade e risco social, em especial, os beneficiários do programa Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Carteirinha do Idoso, Tarifa Social, ID Jovem, entre outros atendimentos da Assistência Social.

Fonte: Assessoria
Publicada em 05 de outubro de 2018 às 08:34

 

Leia Também

Além de Jorge Jesus, Benfica vai tirar do Flamengo Gerson e Bruno Henrique

O treinador, inclusive, já seria esperado na Europa pela diretoria dos Encarnados no próximo sábado. No entanto, ele não irá sozinho.

Porto Velho Shopping reabre nesta quarta-feira (15) mas com restrições

Crianças com menos de 12 anos estão proibidas de entrarem no local

Justiça de Rondônia suspende descontos a alunos de faculdade na pandemia

O desembargador Osny Claro de Oliveira acatou os argumentos apresentados pela instituição e suspendeu os efeitos Lei Estadual n. 4.793/20 apenas nesse caso.

Sintero apresenta plano estratégico defendendo a retomada de aulas presenciais somente após o controle real da pandemia

O documento possui uma série de medidas que irão garantir o bem-estar e a saúde dos trabalhadores e trabalhadoras em educação, bem como dos estudantes e responsáveis que se deslocam diariamente até as Instituições de Ensino.

Envie seu Comentário