Ibope: em 5 dias, rejeição a Haddad sobe 11 pontos e vai a 38%

Ibope: em 5 dias, rejeição a Haddad sobe 11 pontos e vai a 38%

Enquanto os demais candidatos à Presidência mantiveram índices de rejeição estáveis, Fernando Haddad (PT) viu sua rejeição subir 11 pontos percentuais em cinco dias, conforme pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (1º).

Na pesquisa Ibope de 26 de setembro, a rejeição de Haddad era de 27%. Já nesta segunda, o índice é de 38%.

Jair Bolsonaro (PSL), que lidera a pesquisa com 31% das intenções de voto, é o candidato mais rejeitado, com 44%. No entanto, a taxa de rejeição de Bolsonaro manteve-se.

Marina Silva (Rede) viu sua rejeição passar de 27% para 25%, Ciro Gomes (PDT) foi de 16% a 18% e Geraldo Alckmin (PSDB) manteve 19%.

Marcia Cavallari, diretora-executiva do Ibope Inteligência, disse à GloboNews que o crescimento da rejeição de Haddad pode estar ligado a uma rejeição ao próprio PT e é um reflexo da exposição do petista na campanha e dos ataques que ele vem sofrendo dos adversários.

Fonte: Notícias ao Minuto
Publicada em 02 de outubro de 2018 às 13:41

 

Leia Também

Em Brasília, Edwilson Negreiros luta por recursos para Porto Velho

Na tarde de quarta-feira, 13, Edwilson foi recebido em audiência pelo senador Marcos Rogério

Pressionado no Congresso, governo avalia lotear cargos no 2º escalão

Governistas vão tentar evitar que distribuição soe como fisiológica

Pela segunda vez, Gilmar Mendes manda soltar prefeito de Mauá (SP)

Alvo da Operação Trato Feito, deflagrada em maio, o político é acusado de ser beneficiário de um mensalão de R$ 500 mil, supostamente pago por um grupo de nove empresas fornecedoras da administração municipal

Bolsonaro define idades mínimas de 62 e 65 anos na Previdência

Decisão foi tomada após reunião com a equipe econômica, na tarde desta quinta-feira (14)

Envie seu Comentário