Parlamentares da Rede vão à PGR contra liberação de emendas em meio a denúncia | Política

4


Parlamentares da Rede vão acionar a Procuradoria Geral da República (PGR) para que seja apurado o aumento da liberação de emendas parlamentares pelo governo em meio à análise da denúncia contra o presidente Michel Temer, informou neste domingo (16) a assessoria de imprensa do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ).

O documento será entregue na tarde desta segunda-feira (17) por Molon, o deputado Aliel Machado (Rede-PR) e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Na representação, os parlamentares vão apresentar à PGR um levantamento que apontou um “aumento significativo” da liberação de emendas para deputados da base governista nos dias que antecederam a votação da denúncia contra Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

O levantamento da ONG também mostrou que o valor liberado em emendas, que não passou de R$ 6 milhões ao mês entre janeiro e abril, chegou a R$ 89,2 milhões em maio e saltou para pouco mais de R$ 2 bilhões em junho.

“Queremos impedir que Temer continue usando dinheiro público para obstruir a Justiça e permanecer impune com a ajuda do Congresso. Além disso, queremos impedir que serviços essenciais sejam prejudicados por causa dessas manobras ilegais e irresponsáveis do governo”, afirmou Alessandro Molon.

Créditos G1

Deixe seu Comentário