Serão selecionadas 38 bandas

Encontram-se abertas até o dia 20 deste mês, as inscrições para o credenciamento de bandas de rock de Rondônia interessadas em participar do “Festival Boto Rock”, instituído pela Prefeitura de Porto Velho, por meio da Funcultural. Serão selecionadas 38 bandas para se apresentarem durante o evento, com data marcada para os dias 20 e 21 de abril, no Parque Circuito.

Será repassado, a título de ajuda de custo, o valor de R$500,00 para cada banda. As apresentações serão de apenas 30 minutos.

Os documentos solicitados no chamamento público devem ser protocolados na Funcultural, no horário das 8 às 14 horas, de segunda a sexta. Informações 3901-3330. O edital está disponível no Diário Oficial 5.647, do dia 05 de março na página 11. Acesse o link e veja o chamamento: https://www.portovelho.ro.gov.br/uploads/leisdom/2/1520345692dom-5647-05-03-2018.pdf

Autorais

Das 38 bandas selecionadas, 28 necessitam ter músicas autorais, que toquem o estilo “Rock and Roll” e suas vertentes (Heavy Metal, Metal Melódico, Trash Metal, Power Metal, Folk Metal, Viking Metal, Black Metal, Death Metal, Gore, Splatter, Doom Metal, White Metal, New Metal, Grunge, Rock in Roll Clássico, Punk Rock, Emocore, Rock Progressivo, Hard Rock, Hardcore, Glam Rock, Indie Rock, New Wave, Gothic Metal e Pop Rock).

Couver

Outras 10 bandas devem ser de couver artístico de: O Rappa, Charlie Brown Jr, Pitty, Legião Urbana, Soad, The Beathes, Led Zeppelin, Nirvana, Queen, Rock Brasil 80.

Integrantes

Para se credenciar no festival, a banda deverá ter no mínimo três integrantes, sendo 01 (um) guitarrista, 01 (um) baixista e 01 (um) baterista. Faz-se necessário ainda comprovar a existência de no mínimo um ano no estilo musical a que se refere o chamamento público.

Valorização

O presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, destacou que o Boto Rock tem a finalidade de movimentar a cena cultural da capital, da mesma forma que a Prefeitura fez com o Carnaval, e está fazendo com projetos como o Tacacá Musical e o Som Livre. Ainda segundo ele, as bandas de rock têm uma produção musical de qualidade, porém falta uma aglutinação para, juntas, mostrarem essa produção ao público para que o trabalho passe a ser valorizado.

Fonte: Funcultural

Deixe seu Comentário