Uma jovem de 19 anos foi presa após matar, com pelo menos 17 facadas, um homem durante uma briga em Paranaguá, no Litoral Paranaense, na manhã desta quinta-feira (5). Segundo a polícia, ela alegou que matou o homem porque ele a estuprou há dois dias. O homicídio brutal ocorreu na calçada de uma panificadora, que fica na Rua Desembargador Hugo Simas, bem em frente à Prefeitura de Paranaguá, no Centro Histórico da cidade.

A briga teria sido motivada após uma confusão envolvendo três homens e uma mulher. Nas imagens da câmera de segurança, é possível ver a jovem retirar o homem da padaria à força e esfaqueá-lo por no mínimo 17 vezes.

A vítima morreu na hora. A mulher e outros dois que a ajudaram a praticar o crime fugiram. Poucos minutos depois, a autora do homicídio foi localizada por guardas municipais que conseguiram prendê-la. Os outros dois homens envolvidos no assassinato também foram detidos.

De acordo com o delegado da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá, Nilson Diniz, a jovem alegou que matou a vítima porque havia sido estuprada por ele há dois dias. Os homens detidos confirmaram a versão à policia. O delegado ainda afirmou que os acusados de homicídio não demonstraram arrependimento pelo crime.

Confira o vídeo

Vídeo mostra mulher matando homem com dezessete facadas, após ser estuprada pelo o criminoso

Vídeo mostra mulher matando homem com dezessete facadas, após ser estuprada pelo o criminoso

Publicado por Via Rondônia em Segunda, 9 de abril de 2018

Deixe seu Comentário