Regional realiza mais de 340 mamografias em 45 dias e supera meta em 15%

Regional realiza mais de 340 mamografias em 45 dias e supera meta em 15%

Desde o dia 10 de setembro, quando o mamógrafo voltou a funcionar, já foram realizadas 343 mamografias no Hospital Regional, superando em 15% a estimativa inicial. Entregando exames e laudos, a equipe de profissionais revela que a quantidade de atendimentos pode ser ainda maior. Os números fazem este ser o primeiro Outubro Rosa “de verdade” da cidade dos últimos 2 anos.

“Essa é uma vitória da Saúde da mulher em Vilhena. Antes de entrar na Prefeitura eu sabia que era algo importante a ser feito e tenho a felicidade de, junto com o Afonso, termos conquistado esse benefício, que foi reativar o mamógrafo para o bem da cidade”, comemorou o prefeito Eduardo Japonês.

Das 343 mamografias, 47 já foram laudadas e 180 impressas para entrega às mulheres que realizaram o exame. Até o momento não foi registrado nenhum novo caso de câncer de mama. A média de 228 atendimentos nos primeiros 30 dias de funcionamento do mamógrafo é 15% maior do que os 200 que foram previstos em setembro. Mesmo assim, a capacidade do Hospital é quase três vezes maior, podendo atender até 600 mulheres por mês.

AGENDAMENTOS E FALTAS - Apesar de terem sido agendadas mais de 600 mamografias para outubro, apenas 40% das pacientes, em média, comparece ao dia do exame. Programados para serem realizados sempre de manhã e de tarde, os exames podem ser marcados na Central de Regulação Básica, na avenida Sabino Bezerra de Queiroz, 3920.

Para o próximo mês serão agendados mais 600 mamografias e os profissionais esperam que a população se conscientize da necessidade de fazer o exame, assim como manter cadastro atualizado na Regulação. As pacientes que não fizeram o exame, devem procurar a Regulação novamente para agendar outra data.

Mais informações podem ser conseguidas através do telefone 3321-4914.

COMO É O EXAME? - A mamografia é uma radiografia das mamas que pode revelar a existência de sinais precoces de câncer, antes mesmo que as lesões sejam palpáveis. O exame também pode indicar a necessidade de tratamentos intensivos para os tumores e/ou na conservação da mama, caso seja necessária uma cirurgia.

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de mama é o segundo mais comum em mulheres e o que mais mata. A detecção precoce é a chave para o tratamento bem-sucedido e a mamografia é a melhor forma de descobrir o câncer de mama.

Fonte: Semcom
Publicada em 24 de outubro de 2018 às 17:18

 

Leia Também

Banda Vai Quem Quer comemora aniversário neste sábado, na Praça das Três Caixas D’água

Os quatro próximos sábados serão de eventos do bloco, entre as 12h as 22h

Procurador-Geral de Justiça reafirma parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia na abertura do Ano Judiciário

O Poder Judiciário rondoniense dará o ritmo necessário no cumprimento do seu papel constitucional.

Cidade de Ariquemes não terá carnaval pelo sétimo ano seguido

Desde 2014 o carnaval não é realizado em Ariquemes. Prefeitura alega corte de gastos e baixo orçamento para o evento carnavalesco.

Programa de arborização atende áreas com espaços esportivos Em Ji-Paraná

Somente neste mês de janeiro mais de mil mudas foram plantadas

Envie seu Comentário