Professora causa polêmica ao passar redação sobre movimento #EleNão

Professora causa polêmica ao passar redação sobre movimento #EleNão

O caso de uma professora que passou um tema de redação com o tema #EleNão em uma escola municipal em Campo Grande (MS) tem gerado polêmica nas redes sociais.

"Está marcado para o dia 29 de setembro um encontro nacional intitulado Mulheres Unidas contra Bolsonaro. Diante do atual cenário político nacional, com base nos conhecimentos construídos durante toda a sua vida, escreva um texto dissertativo-argumentativo acerca da relevância de tal evento", diz texto do tema de redação, conforme mostra uma foto postada nas redes sociais.

De acordo com o jornal 'O Globo', enquanto defensores da ideia 'Escola Sem Partido' criticam a proposta, a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (SED-MS) acredita que a professora não tomou um partido político.

Notícias ao Minuto

Manifestantes pró-Bolsonaro atacaram a professora em suas redes sociais. "Isso não é professora! Doutrinando crianças??? Criminosa!! Deve ser demitida! O ensino está um lixo por conta deste 'tipo de professor'!", escreveu um internauta.

Mesmo após as críticas na internet, o Ministério Público do Mato Grosso do Sul disse que não recebeu qualquer denúncia sobre o ocorrido.

Fonte: Mundo ao Minuto
Publicada em 05 de outubro de 2018 às 09:52

 

Leia Também

Anjos do Bem realiza ação social do Dia das  Crianças no Orgulho do Madeira neste domingo

Além das atividades recreativas, haverá distribuição de lanches e a doação de mais de 3 mil brinquedos.

Semusa realiza Caminhada ‘Todos Contra a Sífilis’, neste sábado

Serão oferecidos preservativos (masculino e feminino) e testes rápidos com orientações sobre o manejo clínico dos pacientes

Teatro infantil ensina sobre cooperativismo em Ji-Paraná

A entrada para o teatro é franca e a inscrição é realizada pelo site

A partir das 13h energia será desligada em parte de Buritis nesta sexta, 18

Medida acontece por causa de uma obra da Energisa, diz empresa. Fornecimento será interrompido entre 13h e 19h.

Envie seu Comentário