Polícia Federal deflagra Operação Inpunitus em Porto Velho, Ariquemes e Ji-Paraná

Polícia Federal deflagra Operação Inpunitus em Porto Velho, Ariquemes e Ji-Paraná

As investigações foram baseadas em um trabalho de inteligência que identificou usuários que utilizavam redes sociais, serviços de e-mail e de armazenamento de arquivos na internet, além de programas para divulgar imagens e vídeos de pornografia infantil. Há suspeitas de que alguns alvos também aliciavam crianças e adolescentes por meio de redes sociais.

Os crimes investigados – armazenamento e divulgação de cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo criança ou adolescentes – preveem penas que, somadas, podem chegar a 10 anos de reclusão e multa.

O resultado final da operação, incluindo o número de pessoas presas em flagrante durante o cumprimento das medidas, deverá ser divulgado até o fim do dia. 

O nome da Operação, Inpunitus, tem origem do latim e seu significado remete ao fato de os investigados acreditarem que ficarão impunes ao se beneficiarem do suposto anonimato conferido pela rede mundial de computadores para o cometimento de ilícitos.

Fonte: Assessoria /PF
Publicada em 06 de novembro de 2018 às 11:20

 

Leia Também

Polícia Militar do Estado de Rondônia monta estratégia para intensificar segurança neste fim de ano

A Operação Fim de Ano Seguro será lançada no dia 16 de dezembro, às 8 horas, em frente ao Comando-Geral da PM, com foco em proporcionar e ampliar sensação de segurança pública, através das medidas planejadas.

PRF encontra mais de 70 kg de cocaína em carreta com fundo falso

Mesmo questionado pelos policiais, o homem não informou qual seria o destino da carga nem quanto receberia para realizar o transporte

PF desarticula esquema de pagamento de propina a servidores do INCRA, cumpre 5 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão

Durante as investigações foi identificado mais de meio milhão em propina para pelo menos seis servidores do INCRA

Operação conjunta desarticula esquema de fraude em prestação de contas no Incra em Rondônia

Ação decorre de trabalho investigativo realizado em parceria entre a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União

Envie seu Comentário