Namorado de Gugu diz que apresentador iria pedir demissão da Record

Namorado de Gugu diz que apresentador iria pedir demissão da Record

Thiago Salvático, namorado de Gugu Liberato, acrescentou no processo em que pede à Justiça o reconhecimento de união estável com o comunicador, relatos pessoais de Gugu sobre sua insatisfação profissional com a Record TV, feitos uma semana antes de sua morte em Orlando, nos Estados Unidos. No documento de acordo o site Notícias da TV, Salvático afirma que Liberato havia decidido pedir demissão da emissora de Edir Macedo.

Segundo um dos trechos da troca de conversas no WhatsApp, constam na ação judicial que Gugu disse para o chef de cozinha sobre as reuniões que teria na Record.

Os advogados de Thiago ainda reforçaram que o artista estava muito decepcionado com a sua carreira na emissora, pois a empresa lhe havia proposto uma redução de salário substancial na renovação de seu contrato para comandar as temporadas de 2020 dos reality shows Power Couple Brasil e Canta Comigo.

“A emissora pretendia reduzir o seu salário a R$ 175 mil. Conversou muito com Thiago sobre esse assunto. Gugu já havia tomado a decisão de deixar a Record”, diz um trecho do processo. Pelo WhatsApp, em 16 de novembro, o apresentador escreveu ao namorado: “Na Record está muito difícil. Quase impossível.”

O Notícias da TV procurou a Record que afirmou: “Por razões éticas e de sigilo jurídico ou contratual, jamais comenta negociações, acordos, pagamentos ou salários de seus contratados”.

Os relatos da defesa de Thiago na inicial apresentada à Justiça, Gugu nunca se sentiu plenamente satisfeito na Record. Ele diz ter se encontrado pouco com o apresentador no primeiro semestre de 2013 por conta de sua indecisão em permanecer na emissora.

Vale lembrar que essas e demais provas estão sendo anexadas no processo que Thiago Salvático abriu para comprovar sua união com Gugu durante oito anos de relacionamento.

Fonte: Istoe.com
Publicada em 19 de maio de 2020 às 15:02

 

Leia Também

Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Governo de Rondônia exclui categorias da Saúde de aumentos salariais.

Profissionais de Saúde completaram uma década sem aumentos. O Coren-RO apoia a luta dos profissionais de Enfermagem por melhores salários.

Internacional Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Envie seu Comentário