Moradores do bairro Flamboyant fecham ruas e ateiam fogo em pneus para pedir asfalto

Moradores do bairro Flamboyant fecham ruas e ateiam fogo em pneus para pedir asfalto

Durante a noite desta terça-feira (16), vários moradores do bairro Flamboyant fecharam a avenida Mamoré com Rua Salvação, colocando fogo em pneus e pedaços de madeira em forma de protesto para chamar a atenção das autoridades, uma vez que eles reclamam que com o bloqueio da Avendia Mamoré devido uma obra que já dura meses, a Rua Salvação virou rota principal de veículos que transitavam pela Avenida Mamoré, com isso estão sofrendo com a poeira e quando chove acumula muita água deixando a Rua intransitável.

Segundo ainda um morador que estava revoltado com a situação, falou que vários moradores já se unidade e foram até a Semob (Secretária Municipal de Obras), para que eles pudessem fazer alguma coisa, pois devido a intensa poeira, crianças estão adoecendo, as casas estão ficando sujas e a obra da Avenida Mamoré continua parada prejudicando até mesmo o comerciante que deixa de vender seus produtos devido o bloqueio da Mamoré.

"Estamos fazendo isso para que nossos governantes possam ver nosso lado, pois estamos sofrendo com essa obra inacabada da Mamoré, pois sempre passamos por lá e só vemos os funcionários parados sem fazer nada, será que eles estão esperando as chuvas para poder se criar um lago e ocorrer algum tipo de acidente..." Desabafou uma moradora idgnada com tamanho descaso pelo poder público.

Fonte: Via Rondônia
Publicada em 17 de outubro de 2018 às 08:44

 

Leia Também

Professor de Natação é agredido por Juiz de Direito ao ser acusado de molestar seu filho

Na polícia, o pai contou que estava trabalhando quando sua mulher ligou nervosa e chorando muito, informando que o filho havia sido molestado sexualmente pelo professor de natação.

PRF prende dupla com caminhonete clonada em Ji-Paraná

Os dois homens, moradores do estado de Goiás, foram fiscalizados no km 352 da BR-364

Empresa Biocal abasteceu caixa 2 da campanha de prefeito em 2012, revela investigação da PF

Empresa teria entregue R$ 200 mil de propina a secretário municipal

Homem é morto a tiros na frente da namorado, em Rondônia

A Polícia acredita que motivação do crime tenha sido por acerto de contas

Envie seu Comentário