Maioria da bancada de Rondônia apoiou reforma da Previdência; veja como votou cada deputado

Maioria da bancada de Rondônia apoiou reforma da Previdência; veja como votou cada deputado

Seis dos oito deputados da bancada de Rondônia na Câmara dos Deputados votaram a favor da reforma da Previdência na sessão desta quarta-feira (10). Nenhum dos deputados rondonienses se ausentou ou se absteve de votar. 

Votaram sim os deputados: Coronel Crisostomos, Jaqueline Cassol, Léo Moraes, Lucio Mosquini, Mariana Carvalho e Silvia Cristina. Votaram não Expedito Neto e Mauro Nazif.

O resultado superou as expectativas dos próprios governistas. Até o último domingo (7), o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, estimava que a proposta receberia cerca de 330 votos. Contribuíram para o resultado os votos de deputados de partidos de oposição, como PSB e PDT, que tinham fechado questão contra a reforma da Previdência.

Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), é necessário que o texto da reforma da Previdência seja aprovado, em dois turnos, na Câmara e no Senado com votação qualificada, ou seja, com os votos de, pelo menos, 60% dos parlamentares de cada uma das casas legislativas. A expectativa é de que a votação em segundo turno ocorra ainda nesta semana.

O Senado começará a analisar a reforma previdenciária no retorno do recesso parlamentar de julho, que terá início no dia 18.

Fonte: VIARONDONIA
Publicada em 11 de julho de 2019 às 08:48

 

Leia Também

Celular de Paulo Guedes é hackeado, diz assessoria

Informação foi passada pela assessoria do Ministério da Economia que disse que tomará as medidas cabíveis.

Deputado Alexandre Frota diz estar decepcionado com Bolsonaro

Deputado federal, que é do mesmo partido do presidente da República, ainda afirmou sentir "nojo" do bolsonarismo "xiita"

Marcos Rocha veta pelo menos três artigos da lei aprovada na ALE que estabelece diretrizes orçamentárias para 2020

No documento, o governador lista os pontos da lei com os quais discorda e apresenta uma justificativa ao posicionamento.

Vereador da capital enfrenta dois processos na Justiça Eleitoral que podem lhe custar o mandato

O primeiro refere-se a uma Representação Eleitoral por suposta compra de votos. o outro processo que está em tramitação é uma denúncia que está sendo apurada através de um inquérito da Polícia Federal

Envie seu Comentário