Jovem de 17 anos invade escola e atira contra alunos

Jovem de 17 anos invade escola e atira contra alunos

Um jovem de 17 anos invadiu a Escola Estadual Orlando Tavares, em Caraí, no Vale do Jequitinhonha (MG), na manhã desta quinta-feira (07/11/2019), e atirou contra os alunos. Dois adolescentes, de 15 e 16 anos, e uma professora foram levados para o hospital.

De acordo com informações da Polícia Militar do estado, o jovem pulou o muro da escola. O objetivo do rapaz era atacar duas adolescentes que não teriam aceitado se relacionar com ele.

O suspeito estava armado com um facão, um simulacro de uma pistola e uma garrucha (arma antiga). Durante o ataque, alunos se trancaram dentro de uma sala. Foi quando o jovem atirou na direção da porta e atingiu um dos estudantes. A bala perfurou o pescoço do adolescente.

A segunda vítima foi ferida com o facão do suspeito quando tentava fugir. Os dois foram levados para o hospital de Padre Paraíso e estão com quadro de saúde estável. A professora ficou em estado de choque e foi atendida.

O tiroteio ocorreu por volta das 8h. O atirador foi apreendido pela Polícia Militar (PM) do estado, que apura a participação de um outro adolescente.

Fonte: Metrópoles
Publicada em 07 de novembro de 2019 às 10:13

 

Leia Também

JARU/RO: PRF recupera Toyota Hilux roubada na Bahia

O excessivo nervosismo dos ocupantes (casal adulto), demandou abordagem detalhada do automóvel.

Jovem que vendia droga pelo whatsapp é preso com vários tabletes de maconha em Porto Velho

Os policiais faziam patrulhamento ostensivo pela região quando receberam uma denúncia anônima dando conta que havia um elemento com uma sacola do boticário fazendo o comércio de substância entorpecente.

Força tática prende dupla armada após roubo em residência na zona Leste da Capital

Na Central de Polícia, os suspeitos foram reconhecidos e as vítimas informaram que os criminosos chegaram de posse da arma, uma faca e anunciaram o assalto.

Homem é preso com moto clonada após polícia receber denúncia

O proprietário da moto acionou a Polícia Militar informando que teria colocado sua moto para vender e o suspeito teria aparecido para comprar, mas que antes queria dar uma volta para testar e desapareceu

Envie seu Comentário