Homem é preso comercializando cocaína na na capital

Homem é preso comercializando cocaína na na capital

Jean Carlos Rodrigues, 34 anos, foi preso nesta madrugada de Domingo (14), pelo crime de tráfico de drogas ao ser flagrado portando em um frasco plástico 33 porções de cocaína e uma quantia em dinheiro oriundo da venda de drogas na frente de uma residência localizada n Rua Alfreldo Haeffer, bairro Airton Sena, zona leste de Porto Velho.

De acordo com informações dos militares, eles estavam fazendo patrulhamento de rotina quando passaram pelo endereço citado e avistaram o suspeito jogando algo e saindo correndo, porém foi abordado e durante revista pessoal foi encontrado com ele uma quantia de R$: 86.00, em espécie e logo foi encontrado o frasco de plástico que ele jogou contendo 33 porções de cocaína tipo pedra oxi.

Questionado se estava vendendo droga, o mesmo disse que não mexia com parada errada e que era trabalhador e que a droga era de seu irmão que saiu correndo, pelo fato dele está com o dinheiro tudo trocado, característica de quem estava vendendo entorpecentes e recebeu voz de prisão e foi conduzido para a central de flagrantes por tráfico de drogas e terá que se explicar para o delegado de plantão.

Fonte: Via Rondônia
Publicada em 15 de outubro de 2018 às 09:03

 

Leia Também

PRF apreende carga de cigarros avaliada em mais de oitocentos mil reais

Após denúncia anônima, os policiais abordaram um caminhão do Paraná, que transportava 162.500 maços de cigarro contrabandeados

PRF apreende arsenal de guerra, explosivos e coletes balísticos em Ji-Paraná

Dois homens, que já possuíam antecedentes criminais, transportavam o material ilícito em um carro adulterado

Trio de caçadores é preso pela PRF com 2 armas de fogo e várias facas em Vilhena

As prisões foram efetuadas quando uma equipe realizava patrulhamento em uma estrada vicinal, localizada na zona rural da cidade

Polícia Militar Ambiental prende 10 pessoas em operação conjunta; 12 dragas foram encontradas e apreendidas em Porto Velho

A operação Rio Madeira seguirá por tempo indeterminado e é realizada a pedido do Ministério Público de Rondônia (MP-RO) e Ministério Público Federal (MPF)

Envie seu Comentário