Gabinete de deputado federal José Wilson Santiago é alvo de buscas em operação da PF

Gabinete de deputado federal José Wilson Santiago é alvo de buscas em operação da PF

Com o objetivo de desarticular organização criminosa que teria fraudado as obras de uma adutora na Paraíba, a Polícia Federal (PF) deflagrou, neste sábado (21/12/2019), a operação Pés de Barro.

O deputado federal José Wilson Santiago (PTB-PB), na foto em destaque, está entre os investigados e será afastado do cargo.

A busca e apreensão no gabinete, bem como o afastamento, foram autorizadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello – deputado, ele tem foro privilegiado. Três assessores do parlamentar e um funcionário dele estão entre os alvos.

São cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, sete ordens de afastamento das funções públicas e 13 mandados de busca e apreensão.

Segundo o G1, a operação prendeu o prefeito de Uiraúna (PB), João Bosco Nonato Fernandes. Também foram alvos um funcionário dele e um empresário.

No total, 80 agentes federais participam da ação, cumprida em Brasília, na capital paraibana, João Pessoa, em Uiraúna e São João do Rio do Peixe (PB).

A Justiça também determinou a indisponibilidade de bens dos investigados. A operação tem como base um proposta de colaboração premiada.

Segundo a PF, os suspeitos são investigados por pagamentos ilícitos e superfaturamento de obras no sertão do estado nordestino e devem responder pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro, fraude licitatória e formação de organização criminosa. As penas chegam, somadas, a 20 anos de reclusão.

A Adutora Capivara é um sistema que vai de Uiraúna a São João do Rio do Peixe. Já no início da contratação das obras, no valor de R$ 24,8 milhões, propinas de mais de R$ 1,2 milhões foram combinadas, aponta a PF.

Fonte: Metrópoles
Publicada em 21 de dezembro de 2019 às 09:55

 

Leia Também

MP Eleitoral move ação por abuso de poder político e econômico em eleições para Prefeitura de Costa Marques

A ação foi proposta pelo Promotor Eleitoral Marcos Geromini Fagundes, em razão de uso indevido de bens e pessoal da Administração Pública municipal, durante o período eleitoral

Laerte Gomes parabeniza Hildon Chaves por sua reeleição a prefeito de Porto Velho

Presidente disse que população a gestão, dando mais quatro anos de mandato a Hildon Chaves

Jair Montes alerta para o aumento no número de casos de Covid-19

Deputado anunciou que pediu ao Ministério Público a investigação dos contratos do lixo hospitalar

Nazif apresenta emenda que proíbe cortes de energia às sextas, sábados, domingos e feriados em todo o país

Com o entendimento que, água, energia elétrica e gás são serviços essenciais para a saúde e a sobrevivência da população, a proposta de Nazif proíbe as empresas

Envie seu Comentário