Everton Leoni, José Augusto e SIC TV apoiam a CPI da ENERGISA

Everton Leoni, José Augusto e SIC TV apoiam a CPI da ENERGISA

O site Brasil364 foi a fundo quanto as notícia que está sendo divulgada envolvendo os apresentadores Everton Leoni e Augusto José ambos da SIC TV, filiada a Rede Record em Rondônia sobre a ENERGISA e a CPI da Assembléia Legislativa.

Após ouvirem diversos deputados, profissionais dos meios de comunicação e assistirem minuciosamente a todos os videos com os comentários dos apresentadores, além de ouvir dezenas de seus milhares de telespectadores, chegamos a conclusão que a postura de Everton Leoni e Augusto José diante das investigações difere daquele que temos narrado no noticiário dos últimos dias.

Everton Leoni por diversas vezes com tom enfático cobrou das autoridades o preço abusivo das tarifas de energia, chegando a dizer que o próprio Grupo SIC e na sua residência particular, paga valores bem acima do que considera justo.

Em outras ocasiões, foi observdo comentários feitos por Everton Leoni, dando amplo apoio à CPI da ALE/RO e dizendo que “se fosse deputado também assinaria a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, pois sempre onde houver dúvidas tudo precisa ser investigado”. Também observamos que Leoni deu uma grande contribuição à CPI quando denunciou Sidney Sandrini, mostrando em seu programa tratar-se ele de um impostor, pois em razão de ter feito a denúncia do “Fio Preto”, jamais conseguiu prová-la, sendo condenado pela Justiça Comum e pela Justiça do Trabalho da Paraíba, sendo demitido por Justa Causa pela Energisa. E por decisão judicial, jamais poderia prestar depoimento à CPI em Rondônia, sob pena de sofrer severas sanções.

Everton Leoni por diversas vezes com tom enfático cobrou das autoridades o preço abusivo das tarifas de energia, chegando a dizer que o próprio Grupo SIC e na sua residência particular, paga valores bem acima do que considera justo.

Em outras ocasiões, foi observado comentários de Everton Leoni, dando amplo apoio à CPI da ALE/RO e dizendo que “se fosse deputado também assinaria a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, pois sempre onde houver dúvidas tudo precisa ser investigado”. Também observamos que Leoni deu uma grande contribuição à CPI quando denunciou Sidney Sandrini, mostrando em seu programa tratar-se ele de um impostor, pois em razão de ter feito a denúncia do “Fio Preto”, jamais conseguiu prová-la, sendo condenado pela Justiça Comum e pela Justiça do Trabalho da Paraíba, sendo demitido por Justa Causa pela Energisa. E por decisão judicial, jamais poderia prestar depoimento à CPI em Rondônia, sob pena de sofrer severas sanções.

Sic News delatou os abusos no valor da tarifa elétrica em Rondônia

Da mesma forma, ouve acesso aos contratos da Energisa com alguns veículos de comunicação, inclusive da SIC TV e pode see obeservado que tratam-se de valores abaixo do que foi anunciado por terceiros, o montante é imensamente inferior aos que tem sido postados nas redes sociais, dando-nos a certeza de tratar-se de mais uma Fake News. O site enfatizou, equivocadamente, de forma negativa que Everton Leoni teria defendido a postura da Policia Civil. Na verdade, Everton Leoni defendeu com justiça a Policia, e acabou tendo o reconhecimento de diversos deputados, inclusive do presidente da ALE/RO Laerte Gomes (PSDB) e do presidente da CPI, Alex Redano (PRB), que da Tribuna afirmaram que a Institução Policia Civil precisa ser resguardada e respeitada, especialmente pelos relevantes serviços prestados ao cidadão rondoniense, mesmo muitas vezes trabalhando sob as mais precárias condições.

Segundo o site não estão se retratando por algum perigo de qualquer processo judicial ou a qualquer outro pretexto, a não ser o de reparar um erro de avaliação “E quem não erra? Somos todos humanos e falíveis” o que fizemos de um dos mais respeitados profissionais do nosso jornalismo, que pelo calor do momento, acabou sendo “massacrado” nas redes sociais, inclusive por pessoas que jamais assistiram seus programas. Descreveram no site.

Fonte: VIA RONDÔNIA com informações do Brasil364
Publicada em 17 de outubro de 2019 às 17:41

 

Leia Também

Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Governo de Rondônia exclui categorias da Saúde de aumentos salariais.

Profissionais de Saúde completaram uma década sem aumentos. O Coren-RO apoia a luta dos profissionais de Enfermagem por melhores salários.

Internacional Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Envie seu Comentário