Detento é encontrado morto após tentar fugir de presídio em Porto Velho

Detento é encontrado morto após tentar fugir de presídio em Porto Velho

Um detendo de 24 anos, identificado como Darley Ferreira, morreu durante uma tentativa de fuga em um presídio de Porto Velho, na noite de quarta-feira (11). O caso ocorreu na Unidade Prisional Edvan Mariano Rosendo, conhecida como Urso Panda, na Estrada da Penal.

De acordo com o registro feito na Polícia Civil, uma agente penitenciária notou uma movimentação estranha em uma cela da unidade e avisou o chefe da segurança.

Ao verificar a situação, eles descobriram que havia apenados fugindo, já fora do alambrado do presídio. Os agentes então conseguiram conter a situação e identificar cinco presos fora da cela.

Um deles, Darley Ferreira, estava caído no chão e segundo relatado à polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi chamado e constatou que o jovem estava morto.

Ainda segundo o registro policial, a segurança da unidade não soube informar a causa da morte do preso.

Histórico

Conforme o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), Darley tinha uma condenação por furto, transitada em julgado em 2018. Neste ano, ele foi preso por um roubo na Zona Rural de Porto Velho.

Fonte: G1 RO
Publicada em 12 de setembro de 2019 às 08:44

 

Leia Também

PRF prende 19 foragidos na primeira quinzena de novembro em Rondônia

Três dos indivíduos foram recapturados nas 34 horas iniciais de atividades da Operação Proclamação da República, que começou às 0h de quinta-feira (14) e seguirá até às 23h59 do próximo domingo (17)

Homem invade casa da ex-mulher tenta esfaquea-la em Porto Velho

O suspeito chegou na casa da vítima, chutou a porta do local e pegou uma faca para ferir a mulher. Ele foi imobilizado por vizinhos da vítima.

Dupla monitorada por tornozeleira eletrônica, foi presa após assalto em Ariquemes.

Segundo uma das vítimas do crime, um dos suspeitos estava armado. Dupla, que já era monitorada por tornozeleira eletrônica, foi presa em Ariquemes.

Criança é morta pela mãe após ter negado limpar a casa de madrugrada

A mulher acordou o filho por volta das 4h30, que se recusou a limpar a casa. “Ela então deu duas cintadas nele, que correu para o quintal. Em seguida, ela o executou”, completou.

Envie seu Comentário