Curso de aprimoramento em segurança é realizado para agentes do sistema socioeducativo em Ariquemes

Curso de aprimoramento em segurança é realizado para agentes do sistema socioeducativo em Ariquemes

Agentes de Segurança Socioeducativo de Ariquemes participaram no período de   01 a 02 de setembro  do curso de aprimoramento em segurança, oferecido pela Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease) através do seu Grupo de Escolta Tática (GET).  Foram alunos 15 servidores que atuam como agentes e técnicos na Unidade Socioeducativa de Ariquemes.

A Fease pretende motivar os servidores e, com isso, atrair mais resultados positivos ao trabalho, com maior segurança, no teor pedagógico e operacional, visando às táticas utilizadas no controle de socioeducandos em caso de agressividade. O curso teve carga horária de 08 horas, divididas em dois turnos, com conteúdos práticos na área de defesa pessoal, uso de tonfa, uso de algemas, escolta e gerenciamento de crise.

O chefe do GET, Rodrigo Paz informa que esse foi o primeiro curso ministrado pelo grupo no interior e a experiência foi única uma vez que esses agentes relataram a necessidade de existir formação continuada, tendo em vista o longo tempo que distanciou a formação que tiveram na academia e o aperfeiçoamento de agora. “Muitos dos alunos nos disseram que este é o primeiro curso que receberam de aperfeiçoamento. Muitos não lembravam mais de procedimentos usados no gerenciamento de crises, bem como de segurança”, ressaltou.

A importância da continuidade de manter os agentes socioeducativos atualizados nesta área é um ponto que merece ser considerado, destaca ainda o chefe do GET, tendo em vista que situações de crise aparecem no cotidiano de ação destes servidores dentro das unidades socioeducativas e muitos ficam inseguros de como agir em determinadas situações. “ É um barril de pólvora o dia a dia de uma unidade socioeducativa e pequenas situações podem eclodir uma crise. Nesse curso ministrado agora os  servidores gostaram do modelo apresentado, pois foi voltado para as especificidades do sistema socioeducativo e veio ao encontro do que eles estavam esperando, sem superficialidades”, explicou Rodrigo.

FORMAÇÃO CONTINUADA

A Fease já possui um cronograma de curso de capacitação que serão ofertados para os servidores de todas as unidades socioeducativas de Rondônia. A presidente da Fease, Sirlene Bastos, explica que é de fundamental importância o investimento nos profissionais que lidam diariamente neste setor.

Por saber que a segurança permeia todas as ações desenvolvidas dentro das unidades socioeducativas, há o compromisso em investir para aprimorar técnicas e trazer novas informações aos servidores. “A proposta não consiste somente em trabalhar a segurança, mas a segurança socioeducativa, o que nos conduz a peculiaridades da realidade do atendimento do adolescente em cumprimento de medida de internação”, finaliza a presidente.

Fonte: Secom - Governo RO
Publicada em 09 de novembro de 2018 às 16:39

 

Leia Também

Procon emitiu um auto de infração contra a empresa fornecedora de energia elétrica em Rondônia

Presença dos fiscais se deu no momento em que foi solicitado por meio do 151.

Taxa de suicídio cai com legalização do casamento gay, diz estudo

Pesquisa analisou números nos dois primeiros países europeus que legalizaram a união entre pessoas do mesmo sexo, Suécia e Dinamarca

Se voltar, Evo Morales responderá à Justiça, diz Jeanine Áñez

Ex-mandatário reitera que sofreu golpe de Estado e afirma estar cogitando uma volta ao seu país ou uma viagem à Argentina

Mais de 200 pessoas perderam a visão em protestos no Chile

As vítimas foram atingidas por balas de borracha ou chumbo disparadas por policiais nas manifestações

Envie seu Comentário