Coronel Chrisóstomo afirma que juristas de (RO) são à favor do Plea Bargaining

Coronel Chrisóstomo afirma que juristas de (RO) são à favor do Plea Bargaining

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO), iniciou os trabalhos na Comissão de Segurança, da qual é membro efetivo na análise do Pacote Anticrime do ministro da justiça Sérgio Moro e do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, que foi engavetado pelo presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PSL), na manhã desta quinta-feira (8), após uma avalanche de críticas de especialistas em direito internacional, que foram à câmara e ao senado esta semana explicar sobre os problemas sociais oriundos com a instalação do Instituto Plea Bargaining (Moro) e o Acordo de Não Execução Penal (Moraes).

Em meio as discussões do Item 3, do Artigo 28.A do Pacote Anticrime dos “papas do direito” brasileiro para reformular o Código Processual Penal, o deputado federal rondoniense pesselista entrou em cena para discutir o projeto, e simplesmente com a sua voz de galanteador, disse a presidente desta comissão, a deputada federal Margarete Coelho (PP-PI), que é aliado do relator Capitão Augusto (PL-SP) e votaria sem titubear na tese apresentada por seu irmão de militância. Em outro momento, afirmou aos colegas de comissão, que esteve com juristas de Rondônia, e que todos foram favoráveis ao Plea Bargaining do Pacote Anticrime do super ministro Sérgio Moro.

No entanto, o legislador federal do Estado de Rondônia, amigo pessoal do Presidente Jair Bolsonaro,não apontou incisos que lhe chamaram a atenção da sintaxe do pacote Anticrime do Governo Federal, que hoje é presidido por seu amigo de academia militar. Na discussão para a votação da proposta do Caput do Art. 28.A do relatório do relator Capitão Augusto (PL-SP), o nosso representante não mostrou preparo legislativo para debater a matéria. Pois no momento da votação, o Coronel Chrisóstomo persistiu com o mesmo raciocínio, assim esquecendo do rito regimental, que é a discussão e logo em seguida a votação.

A presidente Margarete Coelho teve que se impor e chamou a atenção do Coronel Chrisóstomo para votar, pois antes de ele proferir o seu voto, reiterou novamente que estava do lado do Capitão Augusto e desdenhou da deputada federal do Piauí, que mostrou inteligência para conter Chrisóstomo e o relator Capitão Augusto. Margarete em certo momentos da reunião suspendeu os debates envolvendo o relator da matéria, que de forma truculenta não respeitava a palavra da mulher deputada federal Margarete e de posicionamentos divergentes dos demais parlamentares desta comissão.

Em 02h10 de debate, os legisladores aprovaram com alteração a proposta do Caput do ART. 28.A, cuja a finalidade é: O Ministério Público ou Querelante poderá propor o acordo de não percepção penal. Desde que necessário e suficiente para reprovação e prevenção do crime. Se não for hipótese de arquivamento e se o investigado ter confessado circunstanciadamente da prática da infração penal. Sem violência ou grave ameaça e com pena máxima não superior a 4 anos, mediante ao cumprimento das seguintes condições ajustadas acumulativas e alternativas.

 

Fonte: Assessoria
Publicada em 13 de agosto de 2019 às 10:18

 

Leia Também

Deputado Jair Montes foi o principal mediador para a implementação da Lei Estadual que protege os consumidores

O Projeto de Lei N° 4.659, encaminhado pela Assembleia Legislativa do Estado e promulgado pelo governo de Rondônia, assegura uma série de direitos ao cidadão rondoniense em relação ao serviço de distribuição de energia elétrica.

Prefeitura de Rolim de Moura inaugura quadra poliesportiva na Escola polo José Veríssimo

De acordo com o prefeito Luizão do Trento a Secretaria de Educação busca ao longo de sua história promover uma educação de qualidade, sempre preocupada em manter-se alinhada aos parâmetros educacionais brasileiros

Prefeito Hildon Chaves anuncia recapeamento de 64 quilômetros de ruas

Ele também anunciou asfaltamento de um trecho da Estrada de Santo Antônio, o reveillon 2019 e recebeu um caminhão bitrem

Câmara Municipal aprova a reestruturação do Conselho de Promoção da Igualdade Racial de Porto Velho (COMPIR)

O projeto retorna ao prefeito Hildon Chaves, para sancioná-lo e com este ato o COMPIR terá a missão de promover e fomentar políticas de igualdade racial no município de Porto Velho.

Envie seu Comentário