Conferência discutirá Enfrentamento das Violências em Ji-Paraná

Conferência discutirá Enfrentamento das Violências em Ji-Paraná

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de novembro, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio da Prefeitura de Ji-Paraná, realizará na sede da Comunidade Internacional da Paz (CIP), localizada na Avenida Aracajú, bairro Nova Brasília, a 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

O evento terá como tema central “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências”. O objetivo é mobilizar os integrantes do Sistema de Garantia de Direitos e a sociedade para a construção de propostas voltadas a afirmação do princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas.

A intenção é fortalecer as estratégias e ações de enfrentamento às violências, considerando a diversidade. Serão discutidos vários eixos temáticos como garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social, prevenção da violência, orçamento e financiamento das políticas públicas voltadas para esta área e espaços de gestão e controle social dessas políticas públicas.

Durante o evento, serão escolhidos 10 delegados que levarão propostas sobre o tema para a Conferência Estadual que será realizada no mês de junho de 2019, em Porto Velho.

Para a presidente do CMDCA, Angelita Barboza, a Conferência que será realizada no fim de novembro em Ji-Paraná é um importante espaço para que a sociedade possa expressar o que realmente quer para o país.

“Teremos a oportunidade de mudar as políticas públicas e termos voz para isso. Se as pessoas não comparecem, ficam a mercê de um pequeno grupo de pessoas. Porém, se a sociedade participar de fato, conseguiremos avançar com as ações que realmente desejamos. E vemos no dia a dia com as dificuldades que temos em relação as várias formas de violência. Precisamos participar para depois não reclamarmos do que já está feito”, esclareceu a presidente.

Fonte: Decom Ji-Paraná
Publicada em 09 de novembro de 2018 às 10:07

 

Leia Também

Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Governo de Rondônia exclui categorias da Saúde de aumentos salariais.

Profissionais de Saúde completaram uma década sem aumentos. O Coren-RO apoia a luta dos profissionais de Enfermagem por melhores salários.

Internacional Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Envie seu Comentário