Agentes penitenciários acuam governador no palácio Rio Madeira após estado abandonar negociações

Agentes penitenciários acuam governador no palácio Rio Madeira após estado abandonar negociações

A manhã desta quinta-feira (14) amanheceu em clima de tensão no Palácio Rio Madeira (CPA), após o governo do estado anunciar que abandonou as negociações com a categoria dos agentes penitenciários em Rondônia, os servidores juntamente com a representante do Singeperon, Daihane Gomes invadiram o CPA cobrando explicações do Governador Marcos Rocha (PSL), sobre o abandono por parte do estado nas negociações com a classe.

Informações preliminares dão conta de que os agentes chegaram algemados, gritando sobre o tom de abandono. “Estamos lutando a mais de 30 dias por uma remuneração justa, uma vez que não recebemos nem o ajuste da inflação sobre o salário mínimo e o governador totalmente autoritário cancela os acordos”, disse um dos servidores.

Eles alegam o abandono da categoria por parte do estado, de acordo com um dos servidores o estado está tirando policiais das ruas, isso é um desrespeito com a classe trabalhadora, frisou um agente que preferiu não se identificar. A Casa civil ainda não se pronunciou sobre o caso, a redação do Via Rondônia acompanha o caso.

Fonte: Viarondonia
Publicada em 14 de março de 2019 às 11:22

 

Leia Também

Rolim de Moura - Vândalos invadem e unidade de saúde do Cidade Alta não terá atendimento hoje

Em decorrência, os atendimentos serão realizados normalmente somente a partir de terça-feira.

Garota de programa aciona a PM após ter sido estuprada e agredida por portador de HIV

A situação ocorreu na noite de domingo (23). O suspeito do crime ainda não foi preso.

Suspeito de estuprar netas é internado ao ter o pênis decepado

Ele era procurado pela polícia por, supostamente, ter estuprado as netas de 5 e 6 anos de idade.

Homem é brutalmente assassinado com nove tiros na frente da mãe e esposa

quando um homem passou em uma motocicleta e o reconheceu.

Envie seu Comentário